18/07/2009

O QUE SERIA DE MIM SEM VOCÊS?

Ultimamente, eles me fazem companhia FREQUENTE! Mais intensa do que nunca! Quase 100% do meu dia! Um verdadeiro grude! Simbiose!

Dou uma canseira danada: os faço dormir bem tarde, e logo cedinho, lá estão os quatro acordados, cheios de disposição, cantando SÓ pra mim...

Paul, com sua voz melodiosa, às vezes cheia de uma energia contagiante, hora suave, apaziguadora....quase curativa...um acalanto para a alma...

David na guitarra, única...inconfundível...

Larry, esse lindo! As batidas dão cadência perfeita ao som do grupo e a marcação ganha corpo e vida com os ‘riffs’ de Adam...

Entro no carro, e não dou descanso aos coitados!! Pobres meninos, quanta energia para embalar minhas jornadas...por horas e horas e horas...E canto com eles, e sinto as palavras, e deixo que elas me guiem...muitas vezes elas parecem decifrar meus enigmas...desvendar meus segredos...responder dúvidas...

Vôo!!! Viajo sem sair do lugar!!! Vivo a canção!

Eu conheci esses quatro rapazes aos nove anos de idade, pensem bem!

Meu irmão mais velho me apresentou. Assim meio contrariado com a menina xereta, irmã mais nova pentelha!

A garotinha intrometida invadiu a privacidade do irmão e meteu o bedelho na conversa deles, num dia de domingo, na sala onde ficava o toca discos de vinil, na casa onde passei a infância...

Foi amor à primeira vista...e quem diria que eles iriam me acompanhar por tantos e tantos anos...Esnobei Menudos e boys bands  devido ao meu amor e admiração, quase devoção a eles...Ainda garota, sonhava em conhecer a terra onde nasceram ( sonho que mais tarde realizei!!)...

Um belo dia, soube que eles iriam fazer uma visita de trabalho ao meu Pais!...que alvoroço!!

De súbito fui aplacada pela realidade que esteve mais do que na cara por todos aqueles anos: eu teria que dividi-los com uma legião de admiradores! Ai, que ciúme, que vontade de dizer “hei, pessoas, eles são meus!! Caiam fora!”, kkkk!!!

Mas eu não era mais uma menininha. Grandinha o suficiente estava para ver que o bacana mesmo era dividir aquela euforia com o mar de gente que estava ali pelo exato motivo que eu: admiração incontestável!!!

E foi muuuito bom!! Maravilhoso!! O encontro perfeito!!Uma noite pra marcar minha história...

E ali, no meio da multidão, tenho certeza de que cada um de nós se sentiu único, cada um com suas lembranças vindo à tona, jorrando em uma mistura de emoções incontroláveis...a cada gemido de guitarra, a cada refrão que embalou momentos especiais, uns mais difíceis, outros delicados, todos inesquecíveis...

Há poucos anos marcamos um segundo “rendez-vous”, desta vez no Velho Mundo!!

O reencontro foi perfeito!Planejado em cada detalhe e aguardado com uma impaciência quase suplicante!

No grande dia Paul estava meio rouco ( o que só deixou sua voz ainda mais sexy!!!) e me falou da perda do seu pai...chorei com ele minhas próprias perdas...e depois de duas horas e dez minutos de um “exorcismo” inexplicável, saímos de lá com a alma renovada! Um dom que esses quatro tem de sobra...um efeito que ninguém como eles consegue em mim!!! Olha que eles já me tiraram de cada buraco negro, cada fundo de poço ( daqueles com subsolos)...

Se minha vida fosse um filme, eles seriam os compositores da minha trilha sonora, o “sobe som”, o BG impecável...aliás, eles já são! Os autores do meu “sound track”, com toda certeza!!!

E não há vergonha em admitir que sou, SIM, uma destas fãs de carterinha...

Mas é bem verdade que com distintas diferenças de "tietes tresloucados"...

Admirar é saudável...aprendemos e ganhamos com o “foco” (pessoa ou objeto ou lugar)  de nossa admiração!!!

Brincadeiras à parte, sou mais feliz por admirar estes quatro rapazes com tamanha dedicação e fidelidade!!! E hoje acordei com vontade de falar sobre "meus meninos", assim como faz bem dizer um “eu te amo” para aqueles que queremos bem!!!

Mas agora vou nessa! Tenho compromisso adivinhem com quem?

Não posso deixar MEU “quarteto fantástico” me esperando!! Vamos dar uma volta pela cidade, afinados!!! Na melhor sintonia!!!

______

Só para reforçar; PAUL Hewson ou Bono, LARRY Mullen Jr, DAVID Evans ou The Edge e ADAM Clayton = U2 !!!

18:24 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (4) |  Facebook |

01/07/2009

Alô, doutor!

Não! Não é o futebol uma caixinha de surpesas...é o consultório médico!! Sem dúvidas!!

A gente chega lá como quem não quer nada, jurando que aquela dorzinha de cabeça insistente, a tosse e falta de voz são apenas um resfriado bobo, ou uma “rinitezinha” inocente, básica... mas em questão de minutos, a reviravolta!

 

Depois de um exame clínico detalhado, com direito a um “futrica daqui, futrica dali” no nariz, ouvidos, garganta, pulmões e um exame (assustador!)  de nasoendoscopia ( ou algo que o valha ) vem o diagnóstico: um desvio de septo nasal, refluxo causado por péeessimos hábitos alimentares e de quebra, a proibição de beber e comer coisas que adoooro...

Animador, não é??

Já estava conformada em abrir mão do sorvete, tudo bem! Mas pensar em suspender o café foi dramático...ai, Jesus!! Como é que vou fazer???

Temperos, pimenta, alho, cebola e até o chazinho de gengibre, nem pensar! Pelo menos por uns tempos!

E ainda tinha a lista com spray, soro, remédios, antialérgicos...O soro deve ser aplicado 3 vezes ao dia, duas delas junto com o descongestionante. Um outro remédio, só pode em jejum. O antialérgico, a cada 12 horas, por cinco dias, dai entra o quarto medicamento, sem esquecer de só ir dormir duas horas depois de comer, por conta do refluxo...e por ai vai...do jeito que ando confusa, falta pouco para eu inalar o comprimido, beber o descongestionante e tomar o antialérgico em jejum com o soro...afff...

 

Um “capítulo” a parte nesta novela merece ser dedicado ao KING KONG que esta que vos escreve pagou na hora do exame de nome esquisito...A sensação era a de que um bezouro entrou desavisado pelas narinas e resolveu fazer um “ city tour” dentro da minha cabeça, com parada no cérebro...argh...

Juntei todas as minhas forças e bem que tentei manter a classe...

Mas a elegância e a pose de durona foram embora logo que vi o aparelho e o médico seguiu  explicando que ia “ fazer um passeio pelas minhas vias nasais”, filmando tudinho!

Ai, não deu! Quando vi, já estava dando chilique no meio do consultório, com aquele tubo enfiado no nariz...devia ser a visão do Inferno de Dante pro pobre do otorrino...As lágrimas desciam involuntárias bochechas abaixo...borrando maquiagem e me deixando com aquela cara de “ cruz credo”... Eu estava a própria RENA DO NARIZ VERMELHO...( e assim fiquei, com narizinho de palhaço, até o final do dia!)

Tá, depois que acabou, nem pareceu tão ruim assim...O pior foi assitir o vídeo que a gente leva pra casa junto com o resultado do exame...PELAMORDEDEUS!

O meu otorrino merece um prêmio pela paciência!

E diga-se de passagem, pelo profissionalismo. Em uma primeira consulta ele foi capaz de diagnosticar problemas que estavam detonando minha qualidade de vida, e me tornando uma “ gripada crônica”...

Fosse outro, tinha dado uma olhadinha e me mandado pra casa com uma receita de antibióticos debaixo do braço e um até breve!!!

Hoje, acabo de voltar da clínica onde fiz radiografia dos pulmões e uma tomografia da face...dentro da sala de exame, a pergunta idiota:

-“ Moça, não sabia que os aviões passavam tão baixo aqui por perto. Que barulhão!”

- “ Não querida, é o tomógrafo!”...

 

Tá bom, tá bom...Vamos cuidar do nariz, depois a gente vê a quantas andam os ouvidos e a “ cachola”!!! Uma coisa de cada vez...

18:51 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (8) |  Facebook |