12/03/2009

O BISPO E O ESTUPRADOR

Excomunhão maior : segundo os dicionários e enciclopédias, “ ela é aplicada contra os cristãos que têm incorrido em heresia ou em determinados pecados de escândalo, privando o excomungado de receber e administrar os sacramentos, de assistir aos ofícios religiosos, da sepultura eclesiástica, dos sufrágios da religião, de toda dignidade eclesiástica, do relacionamento com os demais fiéis, etc.”

Este foi o “ castigo”, a punição da Igreja Católica aos médicos, juristas e família da menina de 9 anos que fez um aborto depois de ter sido estuprada pelo padrasto.

Notícia tão revoltante quanto o próprio crime contra a menina...

Nasci na Igreja Católica, com pais e avós muito religiosos e fervorosos.

Fui batizada, fiz primeira comunhão.

Num dado momento da minha infância, ao completar exatos 9 anos, ( idade da menina que citamos aqui ) tive o primeiro contato com a Doutrina Espírita. A identificação ( minha e de minha família) foi imediata. A partir daí começamos a vivenciar o chamado sincretismo religioso. Processo de fusão de concepções religiosas diferentes ou a influência exercida por uma religião nas práticas de uma outra.

Realidade comum entre as famílias brasileiras.

E eu sempre me perguntei o que fez a Igreja Católica perder, pouco a pouco, minha admiração e minha simpatia, embora ainda hoje eu a siga, reze para seus Santos e os respeite.

Não foi difícil encontrar a resposta: o radicalismo burro que prefere condenar o uso da camisinha e facilitar a disseminição de DSTs ou  atitudes como a deste Bispo...de considerar um aborto nestas condições como um homicídio.

Não estou defendendo o aborto, pura e simplesmente, como se fosse um método contraceptivo. Tenho minhas ponderações a respeito do assunto e o tema merece largas discussões.

Mas no caso da menina de Pernambuco, é simples e fácil se esconder atrás de dogmas religiosos e condenar sem ponderação, sem bom senso, sem autocrítica...

Condenar duplamente, pois o que pode ser pior do que a condenação desta menina a conviver com a dor e a humilhação de ter sido abusada, durante três anos seguidos, por um monstro que compartilhava com ela o lar...(que lar??)

O que pode ser pior do que a perda da infância, da inocência, dos sonhos?

Pior do que isso seria perder a própria vida...e foi o que a equipe médica, a Justiça e a família da menina quiseram garantir-lhe : A VIDA!!!

E não se trata aqui de “ substituir” vidas...a dos fetos gêmeos que ela gerava pela dela...Sobretudo porque, dificilmente, a menina sobreviveria até o final da gestação, com seu corpinho despreparado para a transformação pela qual passava...Dificilmente também, sobreviveriam os fetos... E eu me pergunto, uma regra religiosa vale todas estas vidas???

A Igreja católica precisa de reformas, precisa acompanhar as mudanças do mundo...

Mas o mais chocante nesta história toda, pra mim, foi ouvir o Arcebispo afirmar que o estuprador não merece ser excomungado, pois o crime que ele cometeu é MENOS GRAVE!!!E ainda garantiu que um advogado da aqrquidiocese vai pedir a condenação da mãe da menina por homícidio...Santo Deus Misericordioso!!!!!

A Igreja Católica, assim como qualquer religião, tem o dever de servir como opção para que possamos seguir a Deus e optemos pelo bem ao próximo. E não apontar dedos e submeter uma alma já humilhada e destroçada ao sofrimento de se sentir abandonada e excluída de uma Igreja onde talvez ela encontrasse abrigo e consolo até então.

Sem falar da exposição de forma tão estúpida e IMORAL!

O comportamento deste bispo o torna tão cruel quanto o próprio estuprador...

17:46 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

Commentaires

realmente foi um acontecimento bárbaro...fico a imaginar o que tantas outras criancas passam e a gente nem fica sabendo. Penso que o arcebispo foi muito infeliz ao dar sua opinião..afinal.. estrupar é menos pior que abortar? Eu sou contra o aborto , com excecao de quando a vida da mãe /crianca está em perigo. No caso desta menina eu nao pensaria 2 x. Agora o que diz a lei? o que vai acontecer com o cara?? Li esta semana sobre um menino de 7 anos na Franca que era mantido dentro do seu proprio quarto... fiquei chocada..triste. Criancas sao seres tao indefesos...sao o futuro..e as pessoas se aproveitam da ingenuidade..da fraqueza.... que horror... que mundo que vivemos naão?!
O importante é não deixarmos nos desmotivar por essas coisas e continuar lutando por um mundo melhor...beijos e boa semana

Écrit par : cristiani -noruega | 12/03/2009

Eu penso que nem Igreja nem Estado deveriam interferir na decisão pessoal de cada indivíduo. Sou a favor do aborto em determinadas circunstâncias, e nesse caso da menina não há o que discutir. Quem saiu perdendo foi a Igreja - perde o respeito e perde fiéis. Eu que nunca fui muito chegada em igrejas, cada vez mais quero distância. Não preciso disso para me sentir perto de Deus.

Beeeeijo, Mônica!
Um ótimo fim de semana pra ti. *=)

Écrit par : Alline | 13/03/2009

Vc disse tudo,e muito bem o que penso,MONICA.
Inclusive,se vc permitir,gostaria muito de reproduzir este seu texto por la,num proximo PAPIRO AMIGO.

Beijos!!

Écrit par : DO | 13/03/2009

Les commentaires sont fermés.