05/11/2008

PEQUENAS ALEGRIAS DA SEMANA...

Receber em casa um livro* (delicioso) sobre como um gato mudou a vida de uma cidade americana e dois cds** de uma banda que você juraria nunca ouvir, no mais intenso estilo eletrônico, retrô, punk (o que nunca foi meu estilo, pois sou mais rock’n roll).

É...nestes dias que ando meio “jururu” fiz comigo mesma o compromisso de me mimar um pouco, me dar alguns presentes.

Me bajular e dizer: você merece o melhor, minha querida Mônica!!

Pra começar a lista, fui direto a duas coisas que adoro fazer: ler e ouvir música.

Como ando meio desanimada de bater pernas em shopping (é grave, pois sempre gostei muito de perder tempo no “leche-vitrine") ...

Mas enfim, a ocasião não tem sido das melhores para sair de casa e ver gente feliz enquanto eu e minha dor ainda batemos um longo e complexo papo diário.

Estou tentando convencê-la a ir embora, mas a danada veio de “mala e cuia’...então vamos ser hospitaleiras...

Mas enquanto isso, ainda nessa fase um pouco eremita, voltei a uma velha prática que adquiri em Liège quando fraturei a perna e ficava difícil sair de casa: COMPRAS PELA INTERNET!!

Já critiquei muito.

Aquele papo de se isolar, viver num mundo virtual, não sair de casa nem pras compras.

É...mas como o mundo é uma roda, a gente muda de idéia e em certas ocasiões é preciso dar o braço a torcer.

Em Liège fiquei meses sem andar depois que cai, literalmente, do cavalo.

Nessas últimas semana também cai do cavalo, mas num sentido mais figurado...ah...deixa pra lá...

O importante é que as compras foram um ótimo negócio.

O site da Fnac era meu parceiro inseparável. E como, infelizmente, ela ainda não abriu uma filial em Goiânia, teve de ser pela net mesmo.

Pra minha alegria, os cds e o livro vieram sem nenhum frete ou taxa de entrega e todos estavam na promoção. Enquanto na Saraiva (tanto loja física como site) os cd estavam a r$ 19,90, na Fnac saíram por R$ 15,00 cada!! Oba!!

E o livro que custaria R$ 24,90, saiu por r$ 19,90. Pode parecer pouco , mas faz a diferença.

Agora o melhor é quando passam-se os dias, vc esquece da compra e tchan, tchan...Quando vc menos espera, toca o interfone e está lá o pacote para vc se deliciar!!

Huuummm...devo ser boba, mas adoro isso!!

Primeiro cria-se aquela expectativa da chegada do presente, mesmo que vc já saiba o que é.

Depois vem o pacote, que pode chegar em 4, 5 ou 7 dias!!

Ahahaha!!Coisa de criança, alguns vão pensar!!!

Mas é isso ai.

Pequenas alegrias da semana para esquentar o coração, deixar os dias mais leves...coisas simples mas gostosas de fazer.

Minha lista segue.

Entre os próximos “presentes” estão um curso de fotografia e uma viagem (Buenos Aires encabeça 'as mais pedidas')!!!

E sobretudo, SONHAR, fazer planos, muuuuitos planos, pois é delicioso, mesmo que a gente jamais realize alguns.

NUNCA mais vou deixar que me digam que isso é bobagem. NUNCA!

 

 

 

*Dewey – um gato entre livros/ **Vive la fête – dupla belga

17:32 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (7) |  Facebook |

Commentaires

FEZ BEM É verdade,MONICA,a gente até acaba esquecendo que comprou e fica muito feliz qdo chega o pacote,rsss
Gostei da dica da FNAC. Não é um site que eu acesse e acabo comprando da saraiva mesmo. Vou até colocá-lo já nos meus favoritos.

Interessante vc falar que vai fazer curso de fotografia.Ontem mesmo minha mama me cobrou o qto de vezes que ela me aconselhou a fazer. desde a faculdade,veja vc.
Ah,muito obrigado pelas palavras por la.
É sempre muito bom,rsss

Beijos!!

Écrit par : DO | 06/11/2008

Oi Mônica, esse ar "eremita" que vc falou é fundamental ... bom, pelo menos o penso assim. A gente sempre cai do cavalo, já reparou isso? Mas só cai do cavalo quem sobe nele com intuíto de estar mais alto, de galopar ... assim é a vida. E como é bom cair do cavalo às vezes... dói mas descobrimos que há muito por desbravar e que nao estamos tao altos, somente queremos novas perspectivas e sentir-nos vivos. Acho natural você querer mimos, nestas horas o que a gente quer é ficar livre da dor, e um dia ficaremos, assim deixaremos espaço para novas felicidades e novas dores-aprendizado.
Espero que a crosta da ferida saia sem cicatriz, só com a lembraça que as feridas se fecham com o tempo necessário para digerirmos os pratos indigestos que a vida coloca pela direita e tira pela esquerda.
Sobre suas compras: conta o nome desses livros já! ehheehhe comprou o livro que te indiquei? Teve um livro que me fechou umas feridas lá em 2004 foi "Beleza e Tristeza" do Yasunari Kawabata (mas nem sei se é o caso) Entao... livros curam, não é mesmo? Muito melhor que ficar "lechando" vitrine.
Achei muito linda a sua afirmação de reconhecer que o mundo interno é mais válido que o externo... também penso o mesmo e neste sentido também me auto denomino um "ermitão urbano".
Te deixo um beijo, "y muchos mimitos", logo logo a gente conversa, já q vc está tanto tempo em casa (e possivelmente na net) ;-)

Écrit par : Vinícius | 06/11/2008

ahhhh que vontade q deu fazer correçao do texto q acabo de escrever... nada de conteúdo e sim de formalismos linguísticos... mas ... wherever...

BEIJOS

Écrit par : Vinícius | 06/11/2008

Não deixe de ir a Buenos Aires!!!

Écrit par : patricia | 07/11/2008

Oi Mônica,
coloquei um trecho dum texto escrito há muito e que tem a ver com isso aqui. :-)

Bisous

Écrit par : Vinícius | 08/11/2008

Eu também quero fazer um curso de fotografia. ;)
Acho que o que escreveste tem a ver com esperança. Gostei de ter lido, foi reconfortante. Estou nesse movimento também. Sorte pra ti, muitos sonhos e que cheguem muitas coisas gostosas pelo correio.
Beeeeeeeeeijo!

Écrit par : Alline | 10/11/2008

Amiga !!!! Que bom ! Isso mesmo, você merece tudo de bom e merece sonhar e realizar tudo o que planeja. Você merece sonhar acordada com o que quer que seja e saiba, sempre, sempre, sempre, você terá pessoas que realmente te amam como você é. Eu te amo muito (e não, vc sabe que não sou lésbica). Sou apenas uma pessoa bem comum que tem uma amiga de verdade.

Écrit par : Paty | 21/11/2008

Les commentaires sont fermés.