22/11/2006

 TRAGICOMÉDIAS

Um avião caído sobre duas casas, um psicólogo que ateia fogo na paciente e uma mulher morta depois de receber a descarga elétrica de um raio...

Tá bom ou querem mais para o início da semana:??

O avião foi no domingo...meu único final de semana de folga no mês...fui dormir SUPER tarde no sábado, acordei com aquela senhora ressaca já pelas tantas da tarde quando vejo um recado desesperado de um dos produtores da RECORD de São Paulo...

Bendita hora em que liguei de volta para saber do que se tratava: já me escalaram para ir ao local fazer a reportagem do avião, um bimotor SENECA que fez um pouso forçado (aliás, despencou mesmo) sobre duas casas na periferia de Goiânia...Felizmente, ninguém ficou ferido gravemente...o avião voltava de uma fazenda no Mato Grosso e quando ia aterrissar no aeroclube de Goiânia, o piloto percebeu problemas em um dos motores. Com muita dresteza ele conseguiu parar o avião sobre as casas, que ficaram bem destruídas...nas residências, as famílias começavam a preparar o almoço de domingo e levaram aquele susto. Sem falar que as casas, sob risco de desabamento do que ainda estava de pé, foram interditadas e as famílias ficaram desabrigadas, improvisadas nas casas dos vizinhos...uma lástima...mas pelo menos vivos, sãos e salvos!

Ontem fui a Anápolis fazer a matéria sobre um psicólogo (maluco) que ateou fogo na paciente. A coitada estava há 6 meses tratando síndrome do pânico num hospital psiquiátrico/dia (aqueles onde não há internação dos pacientes, eles apenas passam o dia para fazer terapia, receber medicamentos e acompanhamento médico)...ela chegou mais cansada e indisposta do que de costume e se recusou a participar da terapia de grupo proposta pelo psicólogo. 

Irritado, ele afirmou que ela iria de qualquer jeito. Saiu e voltou com um vidro de álcool nas mãos, lançou sobre o colchão da cama onde estava a paciente e acendeu o fósforo. O fogo pegou nos cabelos e nas costas dela. Queimaduras de terceiro grau...sem falar que tudo o que ela havia avançado até o momento, com o tratamento, voltou à estaca zero. Está mais traumatizada que nunca, ansiedade, angústia, pesadelos, e medo frequente de morrer ainda mais intensos!!!

Agora me digam, quem é que tem problemas psicológicos nesta história???

Que loucura, imbecilidade...e sabem mais? Ele (que foi afastado do hospital e está preso) se justificou afirmando que aquilo fazia parte da terapia. Segundo ele se trata de um recurso chamado Técnica de Exposição ao Enfrentamento, que tem o obejtivo de confrontar o paciente a situações extremas a fim de provocar nele uma reação. Mas peraí, jogar fogo em alguém???

Vai ver se estou na esquina... Tomara que perca o diploma e o direito de exercer a profissão PARA SEMPRE e vá se tratar!!!

Na volta de Anápolis, soubemos de uma senhora que morreu vítima de um raio enquanto assistia ao treino do filho adolescente, num campo de futebol de uma universidade...não havia pára-raios nas redondezas...a chuva foi rápida e nem tão forte, a mulher se escondeu sob uma árvore e ZZzzzut...coisa mais estranha...dá a sensação de que quando chega a sua hora, não tem saída mesmo...

 

Bom, mudando de assunto, vcs me perguntaram dos monstrinhos (ops, gatinhos)...eles estão cada dia mais lindos e...traquinas!Balzac principalmente!!

Já está passando da hora de castrá-lo (sim, não pensem que isso é ruim para ele, não!!!Pelo contrário, muitos me criticam quando falo da castração, mas quem cria gatos sabe que é um favor que fazemos a eles...o assunto pode mercer um novo post,ok!!)...

É que ele não quer mais ficar dentro de casa, começou a delimitar o território com pipi por todas as partes e enfim...não é fácil...Como eu moro no primeiro andar, frequentemente passo susto com o danado do lado de fora, na marquise do prédio, miando feito um maluquinho...é um local muito sujo, cheio de dejetos de pombos, éca...ele pode pegar uma doença qualquer hora desta...e o pior, tentar sair voando atrás de um pombo e se estribuchar no chão!

Para evitar as escapadas, eu fico morrendo de calor em casa com as janelas semi-fechadas...e o que é que descubro? Que o Balzac tem talentos ocultos: no final de semana, por duas vezes eu pensei que estava delirando. Fechava a janela e deixava só uma frestinha por onde ele não pode passar...quando voltava a janela estava com a abertura maior...mais tarde, ouvi uns arranhões...fui correndo ver e flagrei o monstrinho abrindo a janela: primeiro ele enfiava o focinho e depois, com a ajuda das patinhas ele faziz o vidro correr...e numa boa, saia e voltava do passeio na marquise!!!

Agora, janela fechada com travas para o malandro!!!

Estou sempre colocando fotos deles aqui

Para fechar a sequência de "tragicomédias" da semana, ehehe, ontem montei um outro cavalo. O Novo Acordo está com um ferimento na pata (tadinho, por isso andava tão estressado)...dai, cada novo cavalo uma surpresa...na maior preguiça de fazer aula, depois de 15 minutos na pista, o Bandeirante simplesmente se deitou na areia ( e eu montada na sela) me avisando que para ele já estava de bom tamanho!!!ahahah, quase morri de rir...tive que sair de cima correndo, claro. O instrutor delirou de rir... e depois de uma canseira correndo atrás do cavalo até conseguir montar de novo, pensei: ótimo, agora eu tenho é um camelo gentil que se abaixa para eu descer, ehehe! O jeito é levar na esportiva!!!

 

Um beijo enorme!!

 

 

19:31 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (8) |  Facebook |

Commentaires

Vc sabe, eu tb sou jornalista, embora não exerça a profissão. Ultimamente venho me perguntando pq o jornalismo é feito só de tragédias, pq o ser humano só se interessa por coisas que não prestam, não edificam, não nos valorizam. A culpa, eu acho, não é do jornalismo, é do ser humano. Força, querida.

Écrit par : Teresa | 22/11/2006

Vc nem imagina do que os gatos são capazes,Monica. Já vi coisas que até Deus duvida,hehehe.
Qto às suas desventuras,eu hem... Até parece que só te escalam pra enfrentar,ops,pra registrar acontecimentos extremos... Manda seu editor pastar,sô,heheheh
Beijão!!

Écrit par : DO | 23/11/2006

Quem será q vai pagar as casas?? afinal..penso eu q deveria ser o dono do avião. Estava vendo o caso do avião da Gol...parece q a culpa é de ninguém..
Raio? n em me fale...aqui o final da semana passada foi horrivel...e 2 aviões foram pegos por raios..um o motor estourou...mas gracas a Deus nada de grava aconteceu...

Técnica de Exposição ao Enfrentamento?? quase matando a paciente??? por favor hein?????
escutar as loucuras dos outros deve dar nisso....coitada da mulher.

e o Balzac!! menina que hilário heheheh. aliás..nao sei se rio mais imaginando o Balzac abrindo a janela ou se o cavalo deitando hehehehhe.

Otima sexta feira querida! bjs

Écrit par : Cristiani | 23/11/2006

Ossos do sacrifício... porque dizer que jornalismo é simplesmente ofício seria piada! :|

Écrit par : Luciana | 25/11/2006

Quantas emoções! Essa do psicólogo foi demais...se ainda fosse o contrário! :P Ah, que safadinho o Balzac...talvez seja melhor castrá-lo mesmo...ele já está gerando riscos pra si próprio :P

Écrit par : Priscila | 25/11/2006

Não é fácil essa vida de jornalista, né? Eu aind anão consegui emprego, estou tentando mestrado, mas deve ser punk essa rotina... Bjos

Écrit par : Maitê | 26/11/2006

Monica, lhe vi na tevê ontem. Vc fez uma reportagem nas cidades que já foram assaltadas por quadrilhas, né? Abs

Écrit par : Maitê | 04/12/2006

Oi Monique !!!!!!!

Quantas novidades !!! Mas, que psicólogo doido ! Tomara mesmo que nunca mais possa trabalhar ! Eu hein ?

Amei ver as fotos de seus gatos ! Lindos !!!!! Lindos, lindos !
Fico feliz em voltar aqui pelo seu blog e vê-la sempre feliz e realizada !

Um grande abraço !!

P.S. Quando pretende passear por aqui de novo ?

Susana

Écrit par : Susana Jas | 04/12/2006

Les commentaires sont fermés.