06/09/2006

 

Definitivamente, bichos fazem bem para a saúde, sobretudo a minha!

Estava com o maior receio de recomeçar no hipismo... dois anos parada, “enferrujada” depois de fratura, cirurgia, pinos, parafusos e o risco de acionar o detector de metais de bancos e aeroportos (ôoooo exagero!)... Mas, sem dúvida, a melhor decisão que tomei nas últimas semanas foi retornar.

(*Ao contrário do que muita gente pensa, não é um esporte caro se você o praticar em escolas que oferecem os cavalos. Eu faço na Policia Militar e a mensalidade que pago é equivalente a de uma academia! O esporte se popularizou e está mais acessível...Caso contrário, meu modesto salário de repórter ( e vou dizer: é péssimo!!) não me permitiria praticá-lo...)

O corpo agradece! Bom, não nos primeiros dias, em que parece que todos os seus órgãos trocaram de lugar, subir e descer escadas vira um sacrifício e você tem a impressão que sua coluna nunca mais será a mesma. Mas assim que você deixa de se comportar como um saco de batatas solto sobre o cavalo, TUDO melhora!!

Benefícios físicos ( e mentais ) à parte, outro lado impagável é a convivência com quem compartilha dessa paixão: meus coleguinhas de aula. O mais velho tem apenas 13 anos! Sim, sou a titia da turma!!

No começo fiquei meio desconfortável, me sentindo uma velhota...e não é que em poucas semanas já me sinto uma deles!?

Rejuvenesci!! Ops, peraí, não vão confundir com infantilização, não, hein??!!

É que crianças são sinceras, alegres, destemidas!! Não passam o tempo todo reclamando disso ou daquilo, elas fazem e acontecem! São excelentes companheiras!

Porque será que chega um dia em que a gente deixa para trás, simplesmente esquece destes traços...porque será que não conseguimos guardar só um pouquinho destas características pela vida afora?...

 

Voltando aos meus “coleguinhas”...Outro dia a Kivelyn (ela explica que o pai queria que ela se chamasse Evelyn e a mãe queria Kimberly e daí, deu nisso! Diferente, não é?)... me fez passar por uma!

No meio da aula ela solta: “Mônica, você já dirige? Pensei que você ainda não tivesse dezoito anos, não!!!

...corei, fiquei sem graça, ri um riso amareeelo.....e respondi: “Tenho BEM mais do que isso, querida! Mas que bom que vc me achou mais nova.” (e rezei para a conversa terminar ali!!!)

Claro que ela não parou por ai, e já emendou: “ah, então quantos anos você tem?”...

Mwmm..hein...xiiii...beco sem saída, melhor eu dizer logo, pensei!

Nessa hora, o meu instrutor -  Tenente Oliveira – acompanhava o diálogo e estava prestes a virar do avesso de tanto rir da saia justa...

Tentando manter uma naturalidade forçada, eu disse: “Já tenho 32, Kivelyn....”

Quando pensei: o pior já passou, matei a curiosidade dela e vamos acabar logo com essa conversa!...na-na-ni-na-não... minha querida coleguinha fecha com chave de ouro e dá a cartada final:

Nossa, a SENHORA não parece ter tudo isso!!!!!”

Aquele SENHORA me nocauteou!!!

A partir daí, o tenente quase caiu do cavalo de tanto dar gargalhadas...

Só vi a hora em que retruquei e falei: “Não, Kyvelin, SENHORA, não, por favor!! Continua me chamando de Mônica, senão não falo mais com você!!!”...

Infantil, eu??????  Ehehehe...

 

14:16 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

Commentaires

... Ah,se fosse comigo,MONICA...ate pagava uma pizza a ela,heheheh
Não é toda hora que nos fazem um elogio destes,hehehe
Beijos!

Écrit par : DO | 06/09/2006

Hihihihi Hauhauahuahaahu hihihi as crian¿as s¿o demais! Vc deve mesmp estar adorando estar na companhia delas...apesar das saias justas! ;P

Écrit par : Priscila | 07/09/2006

e verdade, tia Monica! estar com bichos e terapeutico!
Quanto a menina, ela foi demais! Adoro criancas porque sao sinceras e diretas. Nao da pra fugir ou enrrolar. Com elas nao tem meio termo! :-)

Écrit par : ana | 09/09/2006

Les commentaires sont fermés.