29/08/2005

 AO MEU IRMÃO...

"Partida e chegada " 

Quando observamos da praia um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar a dentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor. Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa, onde o mar e o céu se encontram. Quem observa o veleiro sumir na linha do horizonte certamente exclamará: “já se foi”.
Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Continua tão capaz quanto antes de levar ao porto de destino as cargas recebidas. O veleiro não evaporou, apenas não o podemos mais ver. Mas ele continua o mesmo. E talvez, no exato instante em que alguém diz: “já se foi”, haverá outras vozes, mais além, a afirmar: “lá vem o veleiro”.
Assim é a MORTE... Quando o veleiro parte, levando a preciosa carga de um amor que nos foi caro, e o vemos sumir na linha que separa o visível do invisível dizemos: “já se foi”. Terá Sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O ser que amamos continua o mesmo, suas conquistas persistem dentro do mistério divino. Nada se perde, a não ser o corpo físico de que não necessita mais. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos : “já se foi”, no além outro alguém dirá: “já está chegando”.Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a vida.
Na vida, cada um leva sua carga de vícios e virtudes, de afetos e desafetos, até que se resolva por desfazer-se do que julga desnecessário. A vida é feita de partidas e chegadas. De idas e vindas. Assim, o que para uns parece ser a partida, para outros é a chegada. Assim, um dia, todos nós partimos, como seres imortais que somos todos nós, ao encontro daquele que nos criou.


*************

 

A morte não é nada…eu apenas passei para o ambiente ao lado

Eu sou eu e você é você…o que nós éramos um para o outro, nós seremos para sempre. Me chame pelo nome que você sempre chamou...Fale comigo como você sempre falou...Não ulitilize um tom diferente...

 

Não empregue um ar solene ou triste. Continue a rir de tudo o que te fazia rir quando vivíamos juntos. Ore, sorria, pense em mim, ore por mim...Que o meu nome seja sempre pronunciado em casa como ele sempre foi...sem ênfases de nenhum tipo e sem traços de sombra...

A vida significa o que ela sempre signficou...ela continua a ser o que sempre foi...O fio não foi cortado....Porque eu deveria estar longe dos seus pensamentos, simplesmente porque eu estou fora do alcance dos seus olhos?

Eu te espero. Eu não estou muito longe.

Estou apenas do outro lado do caminho. Veja só, tudo está bem.

 

(Chanoine Henri Scott Holland)
 
Textos que recebi de pessoas amigas e dedico mais uma vez ao meu irmão Ricardo...que nos deixou de forma tão brutal, triste e trágica há exatamente um ano...saudades...e a certeza de que agora, onde você estiver, estará em paz...





























13:41 Écrit par Observatoire a | Lien permanent | Commentaires (9) |  Facebook |

Commentaires

Oi Oi,MONICA
É uma sensação que ainda não sei lidar bem. Talvez pq perdi poucas pessoas próximas,sei la...mas ,de qualquer forma,fiquei muito emocionado com os textos.
Belíssimos,por sinal.
Beijo grande!

Écrit par : DO | 29/08/2005

Olá Muito bonitos os textos :) E espero que esteja bem :) Beijos.

Écrit par : Priscila | 30/08/2005

oi moni! como me lembrei dos meus avos agora! Ontem mesmo sonhei com eles, que coisa! mas sabe, tenho certeza que vou ve-los de novo, do outro lado do rio. Por isso nao fico triste quando me lembro deles.
olha, nao fique triste quando se lembrar do seu irmao. Vcs vao se ver de novo! creia nisso!
ah, coloca uma foto das suas gatinhas que ficaram na belgica. Pede pro seu love mandar uma pra vc! :-)
super beijo

Écrit par : Ana | 30/08/2005

Oi Monica, que bom te ler de novo! Sinto muito pelo seu irmão e rezo pra que vc aguente. Tanta coisa junta, né. Emprego novo, namorado longe, perspectiva de carreira, coração dividido. Ai, tenho medo disso... Beijoca.

Écrit par : Teresa | 31/08/2005

oi oi querida....sinto muito pelo seu irmão...o texto é muito bonito e nos tras uma verdade...a morte não existe...não para a alma..só o corpo de vai. Acreditando nisso pense que um dia vc encontrará seu irmão novamente....é muito importante pensar nele com carinho...orar por ele..para que ele possa se ajudar...para que seus anjos da guarda, se assim quiser chamar, possam ajudá-lo a enfrentar esta passagem também.
Eu sei..a gente fala coisas bonitas ...mas só quem passa por este momento sabe como é...mas não podemos perder a esperanca..nunca.

tenha uma ótima quarta feira....beijinhos...

Écrit par : cristiani | 31/08/2005

Oi! Oi, Mônica... lindos os textos! Sei que é duro aceitar a realidade, mas esses textos confortam bem mesmo! Já faz um ano que isso aconteceu? Então já faz um ano que nos 'conhecemos'! Lembro que foi nessa época que começamos a trocar e-mails... Espero que estejam todos bem confortados na sua família! Grande beijo!!!

Écrit par : Tolee | 02/09/2005

Ah.... Falei, falei, e não disse o que queria dizer! Que bom que está bem no Brasil e com trabalho já! Fico bem feliz por você... aqui agora é a minha vez de me preparar para voltar ao lar! Uma pena que não nos vimos enquanto você esteve aqui. Espero ter chance de te conhecer então aí no Brasil! Poder te dar um abraço depois de um ano de e-mails... hehehe!
Bom, muita boa sorte aí no Brasil, e continuamos a nos falar, certo?
Beijos!!!

Écrit par : Tolee | 02/09/2005

Entendo muito bem... Olá, li seu texto e me identifiquei muito com ele. Perdi meu irmão também e hoje fazem exatamente três meses. Foi um acidente de moto. É muito difícil encontrar consolo, mas quando encontro alguém que passa pelo mesmo que eu, me sinto melhor. Sinto muito pelo seu irmão e que Deus dê muita força a você e sua família.

Écrit par : S.D. | 05/03/2007

ola tambem perdi meu irmao i hj esta completando 4 mses hj completamente destruida i hj lendo estes textos me senti bem
obrigada

Écrit par : oi | 10/06/2007

Les commentaires sont fermés.