03/10/2009

FAZENDO AS MALAS, AGAIN!

Fazer as malas tem sido uma constante este ano...o que é ótimo!!

Foram muitas viagens, algumas a trabalho, outras a passeio e muitas, muitas delas internas!Nas voltas que o mundo dá, “ fiz as malas” de um antigo estilo de vida!Deixei para trás velhos hábitos para começar a dar valor no que realmente vale a pena. Priorizei meu bem-estar, optei por mim e escolhi viver a minha vida...não a dos outros!Parece óbvio, mas quantas vezes não embarcamos nessa direção, e só percebemos tarde que fomos arrastados pela onda de um mar agitado, soprado por maus ventos e pelas baixas marés de quem não merece mais do que um “já era”!

Mas eu sobrevivi ao naufrágio emocional e , há um ano,  assinei minha carta de “alforria”!!

E novamente comecei a fazer as malas, desta vez para pegar um avião rumo a novas paradas. Ao lado de bons amigos, desembarquei em Buenos Aires! Um antigo sonho! Cidade linda, calorosa, de gente simpática e bonita!! A primeira de muitas visitas que, com certeza, ainda vou fazer a nosso pais “ hermano”!!

Nessa de arrumar malas, acabei não controlando o impulso e comprei o livro da Danuza Leão, cujo título, adivinhem???? “ Fazendo as malas” ...rs! Mas devo dizer que me decepcionei com o texto, um tanto fútil e que não passou nem perto das minhas expectativas, talvez no momento um pouquinho, só um pouquinho mais exigentes...esperava mais reflexões e menos babação de ovo em restaurantes caros, lojas de grifes...culpa minha, não é??

Trabalhando, rodei interior do Estado! Cidades históricas, turísticas!!

Recentemente, lá estava eu na “ Terra da Garoa”, cobrindo o lançamento de um filme, matando as saudades de bons tempos...sim, porque São Paulo para mim tem de gostinho de infância, das tantas e tantas férias de final de ano na casa de meus avós, o reencontro com tios e primos. Festejos natalinos sob aquele friozinho aconchegante ( ninguém nunca vai entender como eu gosto do frio, e sem dúvida, esta é a principal explicação).

E vejam só que o tempo continua passando e cá estou entre as malas outra vez!! São férias, as primeiras com um mês inteirinho só para mim, depois de tantos anos!! Mal posso acreditar! Meu destino, o velho mundo!!!

Sim, sou "très nostalgique". Mas nostalgia para mim tem um valor especial, o da saudade de coisas boas que se eternizaram no meu coração!!!

Espero que corra tudo bem! O encontro já está marcado com uma porção de amigos e, claro, com o friozinho que sempre me aquece a alma!!

Um beijo e até a volta!!!

 

23:19 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (6) |  Facebook |

09/09/2009

CUIDADO COM O QUE DESEJAS...

Se ainda me restava uma sombra sequer de dúvida quanto ao poder da telepatia, hoje ela se dissipou de vez! Completamente!

A história começa assim que me dou conta que o galão de 20 litros de água mineral que abastece meu filtro estava no finalzinho!

Zut! Com esse calor, ficar sem água não dá!!

Passei a manhã pensando: tenho que ligar na padaria e pedir o entregador para trazer outro, tenho que ligar!Tenho que ligar! Pedir a água, pedir a água! Parecia um mantra!

Sai e voltei de casa inúmeras vezes, fiz milhares de coisas e nada de arrumar um minuto para encomendar a água. No final da manhã, ainda com a pendência em mente, pensei: agora eu ligo e peço a água!

Fui ver e estava sem créditos no celular. E não tenho telefone fixo em casa.

Tudo bem! Ainda tinha a última garrafa d’água na geladeira. Mais tarde poderia recarregar o celular e amanhã pedir o galão. Assunto encerrado por hoje!

Encerrado?

Ah, não! Não mesmo!

Um tempinho depois, o interfone ressona e do outro lado o porteiro anuncia:

- “Boa tarde, dona Mônica. O entregador da Megapão ( padaria onde EU compro água) está aqui. Pode subir?”

E eu, meio confusa, respondo:

- Ah, seu Manoel, acho que o senhor errou de apartamento, pois eu não pedi nada, não! Deve ser no vizinho!

Porteiro mais confuso ainda:

- Ué, tem certeza? Ele tá aqui falando que é do 104 mesmo! Peraí...

Pausa dramática...

Eu me pergunto durante frações de segundo se por acaso não tive uma crise severa de amnésia. Será que eu liguei? Não é possível!!

Olho no celular e constato que continuo sem um centavo de crédito e nenhumazinha chamada feita naquele dia...

Penso um pouco e solto:

- Ah, seu Manoel, não vamos fazer o moço perder a viagem, né? Tô mesmo precisando da água. Parece que adivinharam! Manda subir!

O rapaz não demorou a aparecer com o galão. E não é que no papelzinho da padaria ( que eles sempre trazem com o endereço e o valor do pedido ) estava escrito apto. 104, o meu???

O rapaz instalou o galão no filtro, e eu ainda intrigada, paguei...

E fique imaginando que em algum apartamento na vizinhança algum infeliz deveria estar arrancando os cabelos com a demora da entrega de água que pediu mais cedo.

Sim, só poderia ser essa a explicação. E racional que sou, não consigo me impedir de pensar rapidinho numa explicação lógica!

Claro que foi um engano...mas um engano “telepático”, com certeza...

Destes que a gente torce para acontecer mais vezes!!!

04:18 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (2) |  Facebook |

03/09/2009

MEDO DE TER MEDO...

Medo protege.

Sim. Graças ao medo do choque elétrico nos afastamos da tomada da sala, de um fio desencapado! Com medo do afogamento mantemos distância razoável do mar agitado, revolto. E estes são medos lógicos, compreensíveis e essenciais para a sobrevivência!!!

Existe também o medo irracional. Como o meu de lagartixa, por exemplo...na falta de uma explicação sensata para tamanha repulsa que tenho da criatura me mantenho loooonge dela sempre que possível...a presença desse bichinho “inofensivo” ( só se for pra vcs, que fique bem claro!) me oprime, incomoda, desperta sentimentos ruins...

Freud explica a origem da fobia? Talvez sim...mas ai já é uma outra história...

O que sabemos é que o medo é parte intrínseca de nossa natureza...

Costuma seguir a mesma dinâmica em relação às situações que nos expõem ao mal, à dor, à tristeza, às perdas, sustos...toda a gama de sentimentos de baixa vibração...

No entanto, algumas vezes o medo pode ser confundido com o prazer.

Já levei “fama”de corajosa por adorar situações ditas “arriscadas”!

Gostar de esportes radicais é uma delas...

Estonteantes descidas de rapel, manobras que dão frio na barriga em "teco-tecos", adrenalina em alta nas aceleradas dos rallys, fôlego à mil nos saltos de obstáculos com cavalos, sobressaltos em grutas e cavernas de um breu profundo, dando de cara com aranhas e morcegos!

E o que falar da fissura por assistir filmes de terror, sozinha, no escuro? Ainda criança, ficava hipnotizada ouvindo histórias apavorantes de assombrações e almas penadas narradas pela minha avó Neusa...E ela era impiedosa, rica em detalhes, barulhos, sustos...Eu me lembro bem de não conseguir controlar joelhos e queixo que batiam e tremiam com uma violência inexplicável.

Mais sem explicação ainda era que eu AMAVA aquilo! Da para entender???

Conheço quem não passaria por nada disso nem por muuuito dinheiro!

Eu não abro mão!!!

Pensam que não sinto medo em cada um desses momentos??

Não se enganem! Ele está lá o tempo todo, fiel companheiro. Um medo de fazer faltar o ar, arrepiar os cabelos... mas controlado, domesticado em rédeas curtas...ali, sob meu comando!

E acho que então é daí que vem o prazer: vencer o medo!!

Só que nesta história o medo está longe de fazer papel de bom moço, bem vindo!!

Medo destrói...despedaça relações, mina a confiança, esgota...

O medo de perder é um dos mais poderosos...seja perder um ente querido, o emprego, o amor da sua vida...

O medo de uma perda acaba sempre trazendo outras ainda maiores e mais graves...

Hoje, vi o medo saltar dos olhos de um casal...arregalado, gritando, urrando e escurecendo tudo ao redor. O jovem de pouco mais de 20 anos chamou a atenção por entrar na academia de calça jeans e camisa social, nervoso e agitado...se posicionou ao lado da mocinha que caminhava na esteira e não devia ter mais que 18...abafada pela música que embalava o ritmo dos exercícios, a conversa ácida, ríspida e violenta durou alguns minutos...eu, constrangida ao lado deles, ouvi parte dos desaforos que o rapaz despejou sobre a namorada. Acusações de mentir para ele só para poder freqüentar a academia, cheia de “homens sarados”...

Benza Deus...que se fosse mais madura aquela moça mandava ele ir plantar batatas do avesso...

E a imagem do jovem homem era apenas medo puro, cristalizado nos olhos, de perder a amada...inseguro, auto-estima zero...uma lástima...

Ela, puro medo do que iam pensar, do vexame ou do juízo errôneo que seu príncipe-sapo fazia dela ali, no meio de tantos desconhecidos...quanto medo, quanto medo...quantos erros!!!

O fiasco se arrastou por mais uns minutos até que o “medroso” foi tirar satisfação com o instrutor saradão, fonte de todos os seus temores: a montanha de músculos bem definidos que deve povoar os piores pesadelos do pobre moço. Pobre criança desamparada e que a partir daquele momento, deve ter perdido de vez o respeito e a admiração da bela menina, agora com o olhar perdido no vazio, entre as lágrimas que uma colega enxugava...

Fui para casa pensando na banalidade daquela cena...em quantas vezes quantos de nós somos protagonistas em dramalhões idênticos...uns com finais ainda mais dramáticos, mas todos com saldo negativo...

Quantas incontáveis vezes o medo de fracassar nos impede de tentar, o medo de errar evita os acertos, o medo de perder nos priva de entrar na disputa, o medo do fim impede lindos começos!!

Já parou para pensar???

 

Cabe a você dar vazão ao tipo de medo que pode ser útil em sua vida:o que destrói ou o que protege!!!

04:31 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (2) |  Facebook |

18/07/2009

O QUE SERIA DE MIM SEM VOCÊS?

Ultimamente, eles me fazem companhia FREQUENTE! Mais intensa do que nunca! Quase 100% do meu dia! Um verdadeiro grude! Simbiose!

Dou uma canseira danada: os faço dormir bem tarde, e logo cedinho, lá estão os quatro acordados, cheios de disposição, cantando SÓ pra mim...

Paul, com sua voz melodiosa, às vezes cheia de uma energia contagiante, hora suave, apaziguadora....quase curativa...um acalanto para a alma...

David na guitarra, única...inconfundível...

Larry, esse lindo! As batidas dão cadência perfeita ao som do grupo e a marcação ganha corpo e vida com os ‘riffs’ de Adam...

Entro no carro, e não dou descanso aos coitados!! Pobres meninos, quanta energia para embalar minhas jornadas...por horas e horas e horas...E canto com eles, e sinto as palavras, e deixo que elas me guiem...muitas vezes elas parecem decifrar meus enigmas...desvendar meus segredos...responder dúvidas...

Vôo!!! Viajo sem sair do lugar!!! Vivo a canção!

Eu conheci esses quatro rapazes aos nove anos de idade, pensem bem!

Meu irmão mais velho me apresentou. Assim meio contrariado com a menina xereta, irmã mais nova pentelha!

A garotinha intrometida invadiu a privacidade do irmão e meteu o bedelho na conversa deles, num dia de domingo, na sala onde ficava o toca discos de vinil, na casa onde passei a infância...

Foi amor à primeira vista...e quem diria que eles iriam me acompanhar por tantos e tantos anos...Esnobei Menudos e boys bands  devido ao meu amor e admiração, quase devoção a eles...Ainda garota, sonhava em conhecer a terra onde nasceram ( sonho que mais tarde realizei!!)...

Um belo dia, soube que eles iriam fazer uma visita de trabalho ao meu Pais!...que alvoroço!!

De súbito fui aplacada pela realidade que esteve mais do que na cara por todos aqueles anos: eu teria que dividi-los com uma legião de admiradores! Ai, que ciúme, que vontade de dizer “hei, pessoas, eles são meus!! Caiam fora!”, kkkk!!!

Mas eu não era mais uma menininha. Grandinha o suficiente estava para ver que o bacana mesmo era dividir aquela euforia com o mar de gente que estava ali pelo exato motivo que eu: admiração incontestável!!!

E foi muuuito bom!! Maravilhoso!! O encontro perfeito!!Uma noite pra marcar minha história...

E ali, no meio da multidão, tenho certeza de que cada um de nós se sentiu único, cada um com suas lembranças vindo à tona, jorrando em uma mistura de emoções incontroláveis...a cada gemido de guitarra, a cada refrão que embalou momentos especiais, uns mais difíceis, outros delicados, todos inesquecíveis...

Há poucos anos marcamos um segundo “rendez-vous”, desta vez no Velho Mundo!!

O reencontro foi perfeito!Planejado em cada detalhe e aguardado com uma impaciência quase suplicante!

No grande dia Paul estava meio rouco ( o que só deixou sua voz ainda mais sexy!!!) e me falou da perda do seu pai...chorei com ele minhas próprias perdas...e depois de duas horas e dez minutos de um “exorcismo” inexplicável, saímos de lá com a alma renovada! Um dom que esses quatro tem de sobra...um efeito que ninguém como eles consegue em mim!!! Olha que eles já me tiraram de cada buraco negro, cada fundo de poço ( daqueles com subsolos)...

Se minha vida fosse um filme, eles seriam os compositores da minha trilha sonora, o “sobe som”, o BG impecável...aliás, eles já são! Os autores do meu “sound track”, com toda certeza!!!

E não há vergonha em admitir que sou, SIM, uma destas fãs de carterinha...

Mas é bem verdade que com distintas diferenças de "tietes tresloucados"...

Admirar é saudável...aprendemos e ganhamos com o “foco” (pessoa ou objeto ou lugar)  de nossa admiração!!!

Brincadeiras à parte, sou mais feliz por admirar estes quatro rapazes com tamanha dedicação e fidelidade!!! E hoje acordei com vontade de falar sobre "meus meninos", assim como faz bem dizer um “eu te amo” para aqueles que queremos bem!!!

Mas agora vou nessa! Tenho compromisso adivinhem com quem?

Não posso deixar MEU “quarteto fantástico” me esperando!! Vamos dar uma volta pela cidade, afinados!!! Na melhor sintonia!!!

______

Só para reforçar; PAUL Hewson ou Bono, LARRY Mullen Jr, DAVID Evans ou The Edge e ADAM Clayton = U2 !!!

18:24 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (4) |  Facebook |

01/07/2009

Alô, doutor!

Não! Não é o futebol uma caixinha de surpesas...é o consultório médico!! Sem dúvidas!!

A gente chega lá como quem não quer nada, jurando que aquela dorzinha de cabeça insistente, a tosse e falta de voz são apenas um resfriado bobo, ou uma “rinitezinha” inocente, básica... mas em questão de minutos, a reviravolta!

 

Depois de um exame clínico detalhado, com direito a um “futrica daqui, futrica dali” no nariz, ouvidos, garganta, pulmões e um exame (assustador!)  de nasoendoscopia ( ou algo que o valha ) vem o diagnóstico: um desvio de septo nasal, refluxo causado por péeessimos hábitos alimentares e de quebra, a proibição de beber e comer coisas que adoooro...

Animador, não é??

Já estava conformada em abrir mão do sorvete, tudo bem! Mas pensar em suspender o café foi dramático...ai, Jesus!! Como é que vou fazer???

Temperos, pimenta, alho, cebola e até o chazinho de gengibre, nem pensar! Pelo menos por uns tempos!

E ainda tinha a lista com spray, soro, remédios, antialérgicos...O soro deve ser aplicado 3 vezes ao dia, duas delas junto com o descongestionante. Um outro remédio, só pode em jejum. O antialérgico, a cada 12 horas, por cinco dias, dai entra o quarto medicamento, sem esquecer de só ir dormir duas horas depois de comer, por conta do refluxo...e por ai vai...do jeito que ando confusa, falta pouco para eu inalar o comprimido, beber o descongestionante e tomar o antialérgico em jejum com o soro...afff...

 

Um “capítulo” a parte nesta novela merece ser dedicado ao KING KONG que esta que vos escreve pagou na hora do exame de nome esquisito...A sensação era a de que um bezouro entrou desavisado pelas narinas e resolveu fazer um “ city tour” dentro da minha cabeça, com parada no cérebro...argh...

Juntei todas as minhas forças e bem que tentei manter a classe...

Mas a elegância e a pose de durona foram embora logo que vi o aparelho e o médico seguiu  explicando que ia “ fazer um passeio pelas minhas vias nasais”, filmando tudinho!

Ai, não deu! Quando vi, já estava dando chilique no meio do consultório, com aquele tubo enfiado no nariz...devia ser a visão do Inferno de Dante pro pobre do otorrino...As lágrimas desciam involuntárias bochechas abaixo...borrando maquiagem e me deixando com aquela cara de “ cruz credo”... Eu estava a própria RENA DO NARIZ VERMELHO...( e assim fiquei, com narizinho de palhaço, até o final do dia!)

Tá, depois que acabou, nem pareceu tão ruim assim...O pior foi assitir o vídeo que a gente leva pra casa junto com o resultado do exame...PELAMORDEDEUS!

O meu otorrino merece um prêmio pela paciência!

E diga-se de passagem, pelo profissionalismo. Em uma primeira consulta ele foi capaz de diagnosticar problemas que estavam detonando minha qualidade de vida, e me tornando uma “ gripada crônica”...

Fosse outro, tinha dado uma olhadinha e me mandado pra casa com uma receita de antibióticos debaixo do braço e um até breve!!!

Hoje, acabo de voltar da clínica onde fiz radiografia dos pulmões e uma tomografia da face...dentro da sala de exame, a pergunta idiota:

-“ Moça, não sabia que os aviões passavam tão baixo aqui por perto. Que barulhão!”

- “ Não querida, é o tomógrafo!”...

 

Tá bom, tá bom...Vamos cuidar do nariz, depois a gente vê a quantas andam os ouvidos e a “ cachola”!!! Uma coisa de cada vez...

18:51 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (8) |  Facebook |

27/06/2009

A SALVO ENTRE QUATRO PAREDES?

Moro sozinha e sempre que chego à minha casa é como se chegasse em meu refúgio sagrado. Onde não devo satisfações pra NINGUÉM!

Se estiver chateada posso me debulhar em lágrimas sem ter que explicar nada pra quem quer que seja.

Se estiver feliz, eufórica, posso pular feito louca.

E aqui também me divirto “toute seule”! Abro um vinho, coloco o volume no último e danço, cantarolo, faço caras e bocas na frente do espelho da sala...Extravaso!!!

Cada vez mais, sozinha!Solitária, não!!!

Estou aprendendo a amar mais e mais e mais a minha companhia. E se fico meio de saco cheio dela, peço socorro aos livros, dvds, apelo pros programas trash da tv (sim, confesso, estou assistindo A FAZENDA, e ainda por cima é na emissora concorrente, kk!!) ...e aos meus gatos!! Ah, meus amorecos!!!

Sartre é um persa himalaio gorducho e sem vergonha, que adora o aspirador de pó. É só me ver com o aparelho ligado para se jogar na frente com o barrigão virado pra cima!

Blanche, minha angorá. Branca como um tufo de algodão, meiga, e muito arisca com desconhecidos...vive atrás de mim pela casa, tropeçando nas minhas pernas. Acha que nasceu cachorro: tem verdadeira fixação por embalagens de incenso, abocanha e carrega pra mim na cama, até eu jogar longe e ela trazer de volta infindáveis vezes!!!

Elegeu a escrivaninha seu canto preferido no apartamento...fácil, fácil confundi-la com um bibelô, enfeitando uma das prateleiras.

Dia destes, depois de meses sem uma visita ao veterinário, despachei os dois pro banho e uma boa tosa... Foi quando tive a noção exata do espaço tão gostoso que eles preenchem na minha vida. Andava pela casa e me dava um aperto no peito de não vê-los ali comigo, disputando espaço na cadeira do escritório, ou dando patadas no cursor do mouse enquanto eu navego ...e que diabos pra fazer as horas passarem.

Com eles a casa ganha vida e parece estar sempre cheia! Presença, barulho, objetos quebrados, bagunça pra arrumar, pêlos para me sufocar!!E sobretudo companhia pra CONVERSAR!

É...o caso é grave! Mas só me atentei pro detalhe outro dia, quando cheguei em casa. Destranquei a porta e a deixei aberta enquanto tirava compras do elevador. Foi quando ouvi , vindo do apartamento vizinho, uma seqüência de 'ganidos' estranhos...Parei, disfarcei, dei uma “espichada” no ouvido para tentar entender o que acontecia.

Fiquei roxa de vergonha...entrei rapidinho em casa e fechei a porta correndo...

Do lado de lá da parede, meu “simpático” vizinho adolescente remedava:

 “Olaaá meu amooooor, como vãos os monstriiiiinhos da mamãe!! Vem cá meu gorduuuucho fooooofo, gatuuuxo lindo da mamis! Ah, já estavam com fome né...???”....e caiu numa gargalhada grotesca, acrescentando pro amigo:  “Espera que daqui a pouco ela começa. É sempre assim quando chega em casa!!!”

E eu que me julgava segura e a salvo em meu império de quatro cômodos... mas as tais paredes, ah...as danadas tem uns ouvidos enoormes!!!!

22:12 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

13/06/2009

PARA REFLETIR...

Por não estarem distraídos

"Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos, a alegria como quando se sente a garganta um pouco seca e se vê que, por admiração, se estava de boca entreaberta: eles respiravam de antemão o ar que estava à frente, e ter esta sede era a própria água deles. Andavam por ruas e ruas falando e rindo, falavam e riam para dar matéria, peso à levíssima embriaguez que era a alegria da sede deles. Por causa de carros e pessoas, às vezes eles se tocavam, e ao toque - a sede é a graça, mas as águas são uma beleza de escuras - e ao toque brilhava o brilho da água deles, a boca ficando um pouco mais seca de admiração. Como eles admiravam estarem juntos! Até que tudo se transformou em não. Tudo se transformou em não quando eles quiseram essa mesma alegria deles. Então a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas. Ele procurava e não via, ela não via que ele não vira, ela que, estava ali, no entanto. No entanto ele que estava ali. Tudo errou, e havia a grande poeira das ruas, e quanto mais erravam, mais com aspereza queriam, sem um sorriso. Tudo só porque tinham prestado atenção, só porque não estavam bastante distraídos. Só porque, de súbito exigentes e duros, quiseram ter o que já tinham. Tudo porque quiseram dar um nome; porque quiseram ser, eles que eram. Foram então aprender que, não se estando distraído, o telefone não toca, e é preciso sair de casa para que a carta chegue, e quando o telefone finalmente toca, o deserto da espera já cortou os fios. Tudo, tudo por não estarem mais distraídos. "

Clarice Lispector

 

 

Ceará 266

 

Ceará / 2008


21:59 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

03/06/2009

DAS TANTAS FAMÍLIAS QUE TEMOS...

Tem aqueles dias em que a carência é tão grande, o desamparo tão amargo que as coisas mais simples consolam...foi assim outra noite...voltando do trabalho, já bem tarde, o friozinho completamente atípico para o cerrado goiano...e quando abro o portão eltrônico do prédio para entrar com o carro na garagem vejo o olhar sempre sereno e simpático do seu Raimundo, porteiro da noite, com o sorriso mais meigo do mundo, zelando pela minha entrada e me dando as boas vindas em casa...esquentou o coração!!!

Mudou o clima daquele final de jornada que se anunciava triste e monótono...

Foi então que pensei em como pessoas como seu Raimundo passam a fazer parte de nossas vidas tal como uma família. Ele que por pelo menos quatro vezes no meio da madrugada foi me “ socorrer” no apartamento quando eu encontrava lagartixas dentro de casa (affff...pago cada mico com esses monstrinhos..tá bom, não precisam me dizer, mais uma vez, que elas são inofensivas e comem mosquitinhos...argh...é fobia mesmo, medo irracional daquilo que não oferece perigo real....)

Também é seu Raimundo quem cuida do meu sono quando os vizinhos barulhentos insistem em desrespeitar as regras básicas de boa convivência dentro do condomínio. Toma minhas dores, faz advertências e sempre dá um jeito de acabar com a bagunça.

Às vezes passo apuros com seu Raimundo, já pra lá dos sessenta anos tem dificuldades em se manter acordado por toda a madrugada e quantas vezes o surpreendi dormindo em pé na guarita, dando pescoções, tadinho, e eu trancada do lado de fora, ahaha!!

E ele tem veia artística! Pra afugentar o sono, não é raro encontrá-lo a cantarolar canções evangélicas e desta forma espantar os seus males ( e por tabela, os nossos  também!)

Obrigada por estar sempre ali, seu Raimundo!

 

17:07 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (4) |  Facebook |

22/04/2009

MAD ABOUT YOU

A Bélgica definitivamente "produz" bandas que valem a pena conhecer.

Hooverphonic é mais uma delas. Das antigas, pena que acabou de perder a vocalista. Ela saiu mas a banda promete continuar e já está à procura de uma substituta à altura!

A letra abaixo é de uma das minhas preferidas:

http://www.youtube.com/watch?v=0cWggYivjh8&feature=re...

MAD ABOUT YOU

Feel the vibe, feel the terror, feel the pain
Its driving me insane
I cant fake
For God sakes why am i
Driving in the wrong lane
Trouble is my middle name
But in the end Im not too bad
Can someone tell me if its wrong to be so mad about you
Mad about you
Mad
Are you the fishy wine that will give me
A headache in the morning
Or just a dark blue land mine
Thatll explode without a decent warning
Give me all your true hate
And Ill translate it in our bed
Into never seen passion, never seen passion
That it why I am so mad about you
Mad about you
Mad about you
Mad
Trouble is your middle name
But in the end youre not too bad
Can someone tell me if its wrong to be
So mad about you
Mad about you
Mad
Give me all your true hate
And Ill translate it in your bed
Into never seen passion
That is why I am so mad about you
Mad about you

 

02:55 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (6) |  Facebook |

25/03/2009

FAZENDO AS MALAS...

É, ESTOU ME PREPARANDO PARA REALIZAR MAIS UMA DAS METAS 'TRAÇADAS' DENTRO DO OJETIVO "FAÇA SUA VIDA MAIS LEVE E FELIZ"!!

EM BREVE VOLTO COM AS NOVIDADES!!

BISES! BEIJOS!

14:55 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (1) |  Facebook |

12/03/2009

O BISPO E O ESTUPRADOR

Excomunhão maior : segundo os dicionários e enciclopédias, “ ela é aplicada contra os cristãos que têm incorrido em heresia ou em determinados pecados de escândalo, privando o excomungado de receber e administrar os sacramentos, de assistir aos ofícios religiosos, da sepultura eclesiástica, dos sufrágios da religião, de toda dignidade eclesiástica, do relacionamento com os demais fiéis, etc.”

Este foi o “ castigo”, a punição da Igreja Católica aos médicos, juristas e família da menina de 9 anos que fez um aborto depois de ter sido estuprada pelo padrasto.

Notícia tão revoltante quanto o próprio crime contra a menina...

Nasci na Igreja Católica, com pais e avós muito religiosos e fervorosos.

Fui batizada, fiz primeira comunhão.

Num dado momento da minha infância, ao completar exatos 9 anos, ( idade da menina que citamos aqui ) tive o primeiro contato com a Doutrina Espírita. A identificação ( minha e de minha família) foi imediata. A partir daí começamos a vivenciar o chamado sincretismo religioso. Processo de fusão de concepções religiosas diferentes ou a influência exercida por uma religião nas práticas de uma outra.

Realidade comum entre as famílias brasileiras.

E eu sempre me perguntei o que fez a Igreja Católica perder, pouco a pouco, minha admiração e minha simpatia, embora ainda hoje eu a siga, reze para seus Santos e os respeite.

Não foi difícil encontrar a resposta: o radicalismo burro que prefere condenar o uso da camisinha e facilitar a disseminição de DSTs ou  atitudes como a deste Bispo...de considerar um aborto nestas condições como um homicídio.

Não estou defendendo o aborto, pura e simplesmente, como se fosse um método contraceptivo. Tenho minhas ponderações a respeito do assunto e o tema merece largas discussões.

Mas no caso da menina de Pernambuco, é simples e fácil se esconder atrás de dogmas religiosos e condenar sem ponderação, sem bom senso, sem autocrítica...

Condenar duplamente, pois o que pode ser pior do que a condenação desta menina a conviver com a dor e a humilhação de ter sido abusada, durante três anos seguidos, por um monstro que compartilhava com ela o lar...(que lar??)

O que pode ser pior do que a perda da infância, da inocência, dos sonhos?

Pior do que isso seria perder a própria vida...e foi o que a equipe médica, a Justiça e a família da menina quiseram garantir-lhe : A VIDA!!!

E não se trata aqui de “ substituir” vidas...a dos fetos gêmeos que ela gerava pela dela...Sobretudo porque, dificilmente, a menina sobreviveria até o final da gestação, com seu corpinho despreparado para a transformação pela qual passava...Dificilmente também, sobreviveriam os fetos... E eu me pergunto, uma regra religiosa vale todas estas vidas???

A Igreja católica precisa de reformas, precisa acompanhar as mudanças do mundo...

Mas o mais chocante nesta história toda, pra mim, foi ouvir o Arcebispo afirmar que o estuprador não merece ser excomungado, pois o crime que ele cometeu é MENOS GRAVE!!!E ainda garantiu que um advogado da aqrquidiocese vai pedir a condenação da mãe da menina por homícidio...Santo Deus Misericordioso!!!!!

A Igreja Católica, assim como qualquer religião, tem o dever de servir como opção para que possamos seguir a Deus e optemos pelo bem ao próximo. E não apontar dedos e submeter uma alma já humilhada e destroçada ao sofrimento de se sentir abandonada e excluída de uma Igreja onde talvez ela encontrasse abrigo e consolo até então.

Sem falar da exposição de forma tão estúpida e IMORAL!

O comportamento deste bispo o torna tão cruel quanto o próprio estuprador...

17:46 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

28/02/2009

PEQUENAS ALEGRIAS DA SEMANA...

QUE GOSTINHO BOM TEM:

-Molho pesto feito em casa com folhas de majericão fresquinhas que eu mesma estou cultivando no apartamento! (consegui pela primeira vez que a muda pegasse).

-Mudança de horário no trabalho, tão desejada, almejada, aguardada!!!

E voltar a curtir a companhia dos bons amigos, pra começar, pegando um cineminha à noite no meio da semana!! ( há quanto teeeeempo não fazia isso, meu Deus!)

-Curtir as travessuras da minha sobrinha de 5 anos e ouví-la ( toda faceira depois de esconder as chaves da casa da minha mãe e nos deixar procurando feito loucos por cada cantinho) dizer: “era pra você não ir mais embora, tia Mônica, morar aqui!!!”

Derrete o coração de tãaaoo bom!!

-Confirmar viagem e descobrir que a aventura que se anunciava solitária está quase virando uma excursão com um monte de amigos indo junto!!!

É parece que o ano realmente começou pra mim, foi só o carnaval passar, kkkk!!

23:35 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

22/02/2009

ALEGRIA, ALEGRIA????

Doa a quem doer, mas eu detesto carnaval...

Vá lá dar uma espiada no desfile das escolas de samba, que investem uma fortuna nos adereços, carros alegóricos e companhia, são criativas e, enfim, dá até pra perder um tempinho na frente do sofá e prestigiar sem morrer de tédio...

Agora carnaval de rua, clubes, blocos, aquela chatice recheada de bêbados insuportáveis, inconsequentes e irresponsáveis...affff...

Ainda mais quando estamos ali com a miserável missão de fazer a cobertura jornalística...

É pagar os pecados pelas próximas encarnações, meu Deus...

Acabo de voltar da cidade de Goiás, que recebe milhares de turistas durante este feriado...e por mais uma vez coloquei meus nervos à prova...A tv onde trabalho (afiliada da Rede GLOBO) determina o uso da camiseta padrão da emissora no Brasil todo para cobrir o carnaval e qualquer participação dos repórteres deve ser com a mesma...

Quando li na pauta que iríamos registrar o desfile do Bloco dos Sujos já vi que a coisa corria um sério risco de “desandar”...Dito e feito...

Não durei cinco minutos limpa...Foi o tempo de entrevistar umas três pessoas pra chegar um engraçadinho e derramar uma água gosmenta com uma mistura de lama, esterco e tinta sobre nossa equipe...

Roupitcha da repórter foi pro beleléu...o carro da reportagem, branquinho, ficou parecendo um cavalo apaloosa...desastre total...

Antigamente eu já estava acostumada ao ataques com confetes, espumas, até uns respingos de cerveja, mas essa lambreca foi demais para mim...

Os babacas não se tocam que estamos ali trabalhando, tentando divulgar da melhor forma a festa...mas não...preferem agir como perfeitos “espíritos de porco”...resultado, fomos orientados a não dar mais espaço na mídia para a palhaçada irresponsável, que de quebra, em anos anteriores costumava sujar mais do que a simples roupa de repórteres...eles detonavam as fachadas de imóveis tombados pelo Parimônio Histórico da Humanidade, na antiga capital goiana...

Nada de "pierrots e colombinas"...sobram só os "mais de mil palhaços no salão"...

E todo ano é a mesma ladainh no desfile deste bloco: passado o período do “vamos nos divertir sujando quem está trabalhando” chega a fase de “vamos cair em coma alcoólico”, na seqüência vem o “vamos para a cadeia após esfaquear alguém” e pra fechar com chave de ouro tá cheio daqueles cujo  “destino é o IML depois de capotar o carro chapado de bêbado”...

Não adianta...este glamour todo que tentam mostrar, cheio de alegria, diversão, samba no pé ...conversa fiada...as conseqüências são assustadoras...e sei o que estou dizendo...

E ainda me perguntam porque não gosto desta bobagem...

Mas nem tudo está perdido...lá mesmo, na cidade de Goiás, um grupo mais consciente tenta resgatar o lado bom do carnaval ( que eu cuuuusto a admitir...)

Eles incentivam a festa em família, os concursos de marchinhas, com letras que ressaltam as belezas da cultura e da região! Proibiram o uso de vasilhames de vidro pra evitar acidentes e o som automotivo barulhento no Centro Histórico!

Ponto pra eles!

Quem sabe um dia não me convencem que essa história de carnaval pode ser uma boa????

 

Por enquanto, prefiro curtir um bom rock’n roll na tranqüilidade do meu “lar, doce lar”!!!

02:16 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (1) |  Facebook |

12/02/2009

MINHA VIDA DE GATO...

Passa as noites perambulando por ruas, tetos e becos da cidade...sempre à caça...em busca do novo...a lua como abajour...ora sob chuva forte, ora o calor das noites secas...ora se esquivando das poças de sangue de quem perdeu a vida...ora morrendo de tédio no glamour fugaz, fútil e vazio de quem desperdiça o próprio tempo ( e o dos outros...)

E segue...independente, só...

Ao longo do dia descansa, dorme e se estica e espreguiça e alonga...afofa travesseiros e almofadas pela casa e dorme mais...ninguém mais o vê...

Até que a silhueta esguia e os passos silenciosos se preparam para mais uma noite de ação...

É...desde que comecei a trabalhar durante a noite é exatamente assim a minha vida de 'gato de rua' ...com um “quê” de coruja, morcego e 'afins'...garimpando notícias, à procura de matérias...contando histórias da vida real...

Mas o gatinho se cansou...

A coruja quer virar andorinha...ver o dia nascer mais cedo...e o morcego bateu asas pra caverna mais próxima...  "ME TIREM DAQUI"...

Cópia de Blanche et Sartre 062

 

              

* Esta é a Blanche, ma petite !! =^.^=

18:49 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (5) |  Facebook |

31/01/2009

SOFÁ COM QUEIJO?

Não!  Nenhuma referência a algum porcalhão que comeu pizza diante da tv, deitado no sofá e deixou cair a meleca na poltrono, não!!

Se trata de uma curiosa (pra  não falar esculhambada, meu pai!) propaganda local de uma loja de móveis, anunciando um sofá na promoção ! Preço imperdível...

...e pro meu delírio total eles tiveram a "ousadia" de escrever no "gc" da propaganda veiculada na tv um enorme "SOFÁ COM CHEESE"...

Beeeeem provável que estivessem querendo dizer "sofá com CHAISE" (em francês significa cadeira e o termo é usado para designar aquela extensão do assento nos sofás modernitos!)

Affff...se não sabe, não inventa, pô!!

A julgar pelo pouquíssimo tempo em que a 'pub' ficou no ar, alguma alma piedosa deve ter avisado sobre a gafe, kkk!

P.S.: geeeente, não é que acabei de ver a propaganda na tv?!! Pra quem mora em Goiânia, é da loja Couro & Interiores, e o CHEESE continua lá, firme e forte!

23:24 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (6) |  Facebook |

23/01/2009

HALTERES PARA O CÉREBRO!

ACHO QUE DISFARÇO BEM, MAS NÃO POSSO NEGAR: SOU UMA VÍTIMA DO TOC (TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO).

CLARO QUE EM NÍVEIS BRANDOS. E COMO JÁ DESCREVI EM UM POST ANTIGO AQUI NO BLOG, TENHO UMAS MANIAS MEIO BIZARRAS:

  *CONTO PLACAS DE CARRO -  SOMO OS TRÊS PRIMEIROS NÚMEROS E SUBTRAIO PELO ÚLTIMO. É INSTANTÂNEO, BASTA VER UMA PLACA E COMEÇAR O “RITUAL”. NÃO ME PERGUNTEM O “PORQUÊ”. NUNCA SABERIA EXPLICAR. É INEVITÁVEL. COMEÇOU NA INFÂNCIA..AFFF... 

*NÃO PISO NAS DIVISÓRIAS DAS CALÇADAS. QUANDO VEJO ESTOU PULANDO E TROPEÇANDO FEITO IDIOTA PARA ME DESVIAR DELAS.

 *AO ANDAR ACOMPANHANDA PELA RUA NÃO SUPORTO QUE CADA UM PASSE DE UM LADO DIFERENTE DO POSTE...SE ACONTECE, DOU MEIA VOLTA E PASSO DO MESMO LADO.

 ACHO QUE TUDO COMEÇOU COM AS TAIS SUPERSTIÇÕES QUE INCUTEM EM NOSSAS CABEÇAS QUANDO SOMOS CRIANÇAS, DIZENDO QUE NÃO DÁ SORTE FAZER ISSO OU DEIXAR DE FAZER AQUILO. MESMO SABENDO QUE É IRRACIONAL, NÃO CONSIGO ME LIVRAR DAS MANIAS...DOU UMA DISFARÇADA, E QUANDO VEJO, ESTOU EXECUTANDO CADA UMA DELAS.

 *OUTRO HÁBITO COSTUMEIRO ( PARA NÃO DIZER MANIA, EHEH)  É SEMPRE FAZER UM CAMINHO DIFERENTE PARA IR E VOLTAR DO TRABALHO, OU SUPERMERCADO, CASA DOS MEUS PAIS, AMIGOS...ENFIM...

SINTO UM TÉDIO PROFUNDO FAZENDO OS MESMOS CAMINHOS E TENHO UMA CERTA INTOLERÂNCIA À ROTINA...POR ISSO MESMO:

*MUDO SEMPRE OS MÓVEIS DE LUGAR EM CASA.

*ODEIO AULAS DE MUSCULAÇÃO. AQUELA ESTÓRIA DE REPETIR E CONTAR SEM PARAR AS SÉRIES DE EXERCÍCIOS É O FIM!!!!

PRECISO DE VARIAÇÕES, NOVIDADES ( MAS CALMA AI, NÃO QUER DIZER QUE SEJA VOLÚVEL NOS RELACIONAMENTOS, HEIN? NADA A VER, MUITO PELO CONTRÁRIO. MEUS NAMOROS CONSTUMAM SER LONGOS, O MAIS CURTO DUROU DOIS ANOS E MEU PRIMEIRO NAMORO DUROU OITO ANOS)...

*OUTRA BIZARRICE É JOGAR PACIÊNCIA SPIDER NO COMPUTADOR DA TV ENTRE A ELABORAÇAO DE UMA MATÉRIA E OUTRA. ESTOU NO NÍVEL INERMEDIÁRIO E JÁ CONSIGO VENCER FACILMENTE UMA SEQUÊNCIA DE PARTIDAS CADA VEZ MAIOR. A SENSAÇÃO É A DE QUE ESVAZIO A CABEÇA E A PREPARO PARA CRIAR COM MAIS FACILIDADE O TEXTO SEGUINTE.

ENTÃO VEJAMOS, ENTENDO QUE MEU CÉREBRO PRECISA DE ESTÍMULOS CONSTANTES.

ONTEM, QUANDO COMEÇAVA A FICAR PREOCUPADA COM ESTES HÁBITOS INCOMUNS, ASSISTI UMA REPORTAGEM QUE ME ALIVIOU COMPLETAMENTE! A MATÉRIA (EXCELENTE) SOBRE NEUROCIÊNCIA FOI EXIBIDA PELA UCG/TV!!

NELA, UM RENOMADO NEUROCIRURGIÃO PRESCREVE  ALGUNS “EXERCÍCIOS” PARA MELHORAR A MEMÓRIA.  PEQUENAS MUDANÇAS DE ATITUDE COMO:

*FAZER UM TRAJETO DIFERENTE NO TRÂNSITO  NO DIA-A-DIA! (KKK, EU CAI NA RISADA...ME VI ALI COMO EXEMPLO)

*RESGATAR ANTIGOS JOGUINHOS DE MEMÓRIA E CONEXÕES USADOS PELAS CRIANÇAS!( LEIA-SE, PACIÊNCIA SPIDER PODE ENTRAR NESTA LISTA, KKK)!!!

*MUDAR OBJETOS DE LUGAR NO TRABALHO E EM CASA. (AHHH, QUE VONTADE DE DAR UM BEIJO NA BOCHECHA DESTE MÉDICO!)

* E SUGERE AINDA ANDAR DE MARCHA RÉ E ATÉ PENDURAR QUADROS TORTOS E DE CABEÇA PRA BAIXO, HIHI!! (É, TEM GENTE PIOR QUE EU NESTE MUNDO, KKK!)

O MÉDICO EXPLICOU QUE ESSES PEQUENOS GESTOS DEIXAM O CÉREBRO MENOS PREGUIÇOSO, AGUÇA A MEMÓRIA. PASSAMOS A EXIGIR DELE ESFORÇOS CONTIDIANOS QUE FAZEM UMA GRANDE DIFERENÇA.

GENTE, FIQUEI TÃO FELIZ!! MINHA LOUCURA É NORMAL!!

PRA CONCLUIR, O VT ALERTA QUE DIANTE DA TECNOLOGIA EXIGIMOS CADA VEZ MENOS DE NOSSA MEMÓRIA. POR EXEMPLO, COM O CELULAR. É UMA VERGONHA ADMITIR, MAS EU NÃO DECORO MAIS NEM O TELEFONE CELULAR DOS MEUS PAIS. SÓ APERTO O BOTÃO COM O NOME E PONTO FINAL. QUANDO MEUS APARELHOS ENTRAM EM PANE EU ENTRO EM PÂNICO.

FICO SEM OS MEUS CONTATOS, ASSIM BESTAMENTE...

ENTÃO VAMOS LÁ! A PARTIR DE AGORA NÃO VOU MAIS SOFRER COM MINHAS  ESQUISITICES E PROMETO INCLUIR NA SÉRIE DE EXERCÍCIOS PRO CÉREBRO DECORAR TODA A MINHA LISTA DE CONTATOS, KKK!!!

17:46 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

18/01/2009

LIÇÕES DA SEMANA

- CARÁTER É COISA PARA POUCOS E RAROS (INFELIZMENTE...)

- SEJA MAIS SELETIVA (SEMPRE), POIS UM "SONRISAL" ÀS VEZES PODE ACABAR EM DOR DE CABEÇA....

- E NÃO SUBESTIME SUA INTUIÇÃO (NUNCA, JAMAIS)!!

 

Sourire

15:26 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (4) |  Facebook |

17/01/2009

INCLUDE ME OUT!!

É...OS PRIMEIROS QUINZE DIAS DO ANO JÁ SE FORAM...

O PLANTÃO NA VIRADA ME SURPREENDEU. FUI PREPARADA PARA O PIOR (HORAS EM PÉ NO MEIO DA MULTIDÃO, EMPURRA-EMPURRA, MÚSICA SERTANEJA ATORMENTANDO OS OUVIDOS, ENTRE OUTRAS "COSITAS"...).

MAS NÃO É QUE FOI BACANA. A IMPRENSA CONTOU COM UM CAMAROTE SUPER ORGANIZADO, COM DIREITO A COQUETEL ( SALGADINHOS, BEBIDAS, ATÉ ROLOU UMA CERVEJINHA PARA QUEM NÃO PRECISAVA ESCREVER OU GRAVAR UM TEXTO!)

BANDAS LEGAIS SE APRESENTARAM ANTES DOS CONVIDADOS SERTANEJOS E MUITOS COLEGAS QUE ESTAVAM DE FOLGA APARECERAM PARA CONFERIR A FESTA E O SHOW PIROTÉCNICO. FIZ MEU TRABALHO E VOLTEI TRANQUILA PRA CASA. E DETALHE, PELA PRIMEIRA VEZ DESDE A MINHA INFÂNCIA EU PASSO UMA VIRADA DE ANO SEM NEM UMA GOTA DE BEBIDA ALCÓOLICA, KKK... E NEM POR ISSO ME DIVERTI MENOS!!! COISAS DA VIDA!!!

E ENQUANTO A INSPIRAÇAO CONTINUA PREGUIÇOSA E ME IMPEDE DE POSTAR UM TEXTO DECENTE POR AQUI, DEIXO A LETRA DE UMA MÚSICA LINDA QUE TENHO OUVIDO REPETIDAMENTE, QUASE COMO A MINHA VIZINHA LOUCA, KKKK...A DIFERENÇA É QUE USO UM FONE DE OUVIDO E POUPO TERCEIROS!!!

É DA BANDA dEUS, A MELHOR BANDA DE ROCK BELGA!!! SÃO FANÁSTICOS!

INCLUDE ME OUT

Where have i seen this before?
When will i feel it again?
Somebody opened a door
I'm afraid to walk in
Imagination will kill
If imagination stands still
I read it in open book
read it in open book

Oh man, i read it in books of laughter
Oh man, i read it in books of pain

What are you talking to me
Cause i'm not really there
Like a spirit that's free
I'm as light as the air

Oh man, i'm as light as the air and floating
Oh man, i'm as light as the air and floating

Take me on
Where the fire winds blow
Of where a fallen leaf stays
for days
on your shoulder

Cause all i need
Is to find my own
And that summering drone
Illicit and golden

Oh lord where have i seen this before
Oh lord when will i feel it again

Read it in every move
Read it in every game
Read it in what you do
Read it in everything

Oh man, as light as the air and floating
Oh man, as light as the air and floating
Take me on
Where the fire winds blow
Cause when time stands still
I wait until
It's over
And all i need
Is to find my own
And the summering drone
Illicit and golden

16:02 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (0) |  Facebook |

31/12/2008

BEM-VINDO 2009!!!

UM DIA TINHA DE ACONTECER...

EM MAIS DE DOZE ANOS DE CARREIRA COMO REPÓRTER EM TELEVISÃO NÃO SEI COMO SEGUI "ESCAPANDO" DE FAZER COBERTURAS NA NOITE DA VIRADA. OU ESTAVA DE FÉRIAS, OU TRABALHAVA SEJA NO DIA 31 ATÉ O INÍCIO DA NOITE E CURTIA A FESTA DO ANO NOVO OU CURTIA A FESTA E DEPOIS SAIA CEDINHO ( AINDA DE RESSACA, EHEHE) NO DIA PRIMEIRO PARA COBRIR POSSE DE POLÍTICOS ( COMO NO CASO DO LULA, EM BRASÍLIA, EM 2006. LEMBRAM?)...

MAS ESTE ANO EU FUI FISGADA! AFFFFF....

VOU TRABALHAR NA NOITE DA VIRADA!!!!

EM GOIÂNIA, A FESTA DO POVO É NA NOSSA CHAMADA PRAÇA CÍVICA!

TEREMOS SHOWS DIVERSOS E CLARO, A TRADICIONAL QUEIMA DE FOGOS!!

NÃO É O QUE ESPERAVA PARA ENTRAR EM 2009, MAS SOU BEM DO TIPO "SE A VIDA TE DER UM LIMÃO FAÇA UMA DELICIOSA LIMONADA"!!

TROUXE DA MINHA INFÂNCIA A PAIXÃO PELA FESTA DA VIRADA.

EM FAMÍLIA, SEMPRE FOI A MINHA DATA FESTIVA PREDILETA, COM MEU PAI DISTRIBUINDO SEMENTES DE ROMÃ ( 3 PARA ENGOLIR, 3 PARA JOGAR POR TRÁS DOS OMBROS E 3 PARA GUARDAR NA CARTEIRA), ASSIM COMO A FOLHINHA DE LOURO, UVAS, LENTILHA...UMA LISTA ENORME DE SIMPATIAS QUE APRENDI COM ELE E VOU FAZER QUESTÃO DE PASSAR ADIANTE QUANDO TIVER MEUS FILHOS!!!!

MAS ESTE ANO, A FESTA TERÁ DE SER DIFERENTE...NEM PIOR, NEM MELHOR, APENAS DIFERENTE. E ASSIM COMEÇO A EXERCITAR A IMPORTANTE CAPACIDADE DE ACEITAR MELHOR AS MUDANÇAS!!!

MUITA COISA JÁ MUDOU EM MINHA VIDA EM 2008. UM ANO DIFÍCIL, CHEIO DE APRENDIZADOS. MAS SINTO, COMO NUNCA, QUE 2009 SERÁ MUUUITO ESPECIAL! SABE AQUELA COISA DA INTUIÇAO FEMININA??? SERÁ QUE ESTOU APENAS CONTAMINADA PELO PERÍODO??

E MESMO QUE SEJA APENAS INTUIÇAO, DESEJO A TODOS OS MEUS AMIGOS UMA VIRADA DE ANO RECHEADA DE EXCELENTES SURPRESAS, A VELHA LISTA DE 'BOAS RESOLUÇÕES' QUE NEM SEMPRE CONSEGUIMOS CUMPRIR ( O QUE IMPORTA É A INTENÇÃO, KKK) E CLARO, SAÚDE, SEMPRE! PORQUE ASSIM FICA MAIS FÁCIL CORRER ATRÁS DOS OUTROS OBJETIVOS!!!

TCHAU, 2008! JÁ VAI TARDE!!

E PARAFRASEANDO A ESCRITORA AILIN ALEIXO: "ENTÃO, O QUE RESTA, É LEVANTAR ÂNCORA: QUEM ANDA OLHANDO PARA TRÁS ACABA TROPEÇANDO. E PERDENDO TODA A PAISAGEM!"

 

14:24 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (4) |  Facebook |

21/12/2008

VELHOS HÁBITOS...

 

I thought I shook myself free
You see I bounce back quicker than most
But i'm half delirious, Is too mysterious
You walk through my walls like a ghost
And I take everyday at a time
I'm as proud as a Lion in his Lair
Now there's no denying it, a note to crying it
Your all tangled up in my head

Old habits die hard
Old soldiers just fade away
Old habits die hard
Harder than November rain
Old habits die hard
Old soldiers just fade away
Old habits die hard
Hard enough to feel the pain

We haven't spoken in months
You see i've been counting the days
I dream of such humanities, such insanities
I'm lost like a kid and i'm late
But i've never taken your coats
Haven't no block on my phone
I act like an addict, i just got to have it
I can never just leave it alone

Old habits die hard
Old soldiers just fade away
Old habits die hard
Harder than November rain
Old habits die hard
Old soldiers just fade away
Old habits die hard
Hard enough to feel the pain

And I can't give you up
Can't leave you alone
And its so hard, so hard
And hard enough to feel the pain

Old habits die hard
Old soldiers just fade away
Old habits die hard
Harder than November rain
Old habits die hard
Old soldiers just fade away
Old habits die hard
Hard enough to feel the pain

(OLD HABITS DIE HARD  - MICK JAGGER & DAVE STEWART )

Praa mim uma das músicas mais lindas do Mick Jagger...está na trilha sonora do filme ALFIE, refilmagem com Jude Law, excelente filme...e a letra dispensa comentários...

02:04 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

12/12/2008

ATITUDES QUE NOS IMPEDEM DE SER FELIZ...

CALAR QUANDO A VONTADE É FALAR...

PARTIR QUANDO A VONTADE É FICAR

(OU FICAR QUANDO TUDO O QUE QUEREMOS É SUMIR)

AGREDIR QUANDO QUEREMOS MESMO É AMAR...

MAS UM DIA A GENTE APRENDE...

19:06 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (2) |  Facebook |

06/12/2008

FENÔMENO BIZARRO E IRRITANTE

HÁ POUCO MAIS DE DOIS MESES A VIZINHANÇA DO MEU PRÉDIO TEM SIDO OBRIGADA A OUVIR, INCANSAVELMENTE, UMA VIZINHA PERTURBADA TOCAR EM SEU APARELHO DE SOM A MÚSICA "I WILL BE RIGHT HERE WAITING FOR YOU" DO BRYAN ADAMS...A CANÇÃO POR SI SÓ JÁ É UMA TORTURA...AGORA PENSEM NUM SER QUE COMEÇA A OUVIR A TAL MÚSICA LOGO CEDO E REPETE, ININTERRUPTAMENTE, AO LONGO DO DIA...

COM CERTEZA TRATA-SE DE UMA CRISE DE PAIXONITE AGUDA, NÃO VEJO OUTRA EXPLICAÇÃO...E ENQUANTO ESSA DOR DE COTOVELO DA DITA CUJA NÃO SARA, POBRES OUVIDOS DOS VIZINHOS...AINDA NÃO DESCOBRI DE QUAL DOS 79 APARTAMENTOS VEM A INSANIDADE...

E SÓ PARA TEREM UMA IDÉIA, ENQUANTO ESCREVIA ESSE POST A MÚSICA JÁ HAVIA SIDO REPETIDA NO APARELHO DE SOM PELO MENOS UMAS SEIS VEZES...

ARGH...ISSO É CAPAZ DE ENLOUQUECER. E A SANDICE FICA AINDA MAIS INTENSA NOS FINAIS DE SEMANA...

DETALHE...PARA NÃO DIZER QUE A LOUCA SÓ TEM OUVDOS PARA O BRYAN ADAMS, VEZ OU OUTRA ELA FAZ UMA PEQUENA VARIAÇÃO: TOCA SEM PARAR A MÚSICA "CHEIA DE CHARME", DO GUILHERME ARANTES...É O MESMO QUE SAIR DO FOGO E CAIR NA BRASA...

SANTO ANTÔNIO QUE D6E LOGO UM JEITO NISSO PARA A PAZ VOLTAR A REINAR NO CONDOMÍNIO, PELAMORDEDEUS...

 

19:46 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (1) |  Facebook |

25/11/2008

NOSTALGIA...

Ah, velho Júlio, aos 65 anos ainda mantém uma aparência invejável para muitos homens da mesma idade. No entanto, o passar das décadas é sempre implacável, seja com as grandes estrelas ou os pobres mortais.

O grande ídolo das canções românticas já não é mais o mesmo. Anda com certa dificuldade, pernas bambas e pouco firmes que deixam claro que algo não vai bem com a saúde.

Mas ele faz questão de manter viva a atitude que fez dele um mito, o latin lover tão desejado pelas fãs.

Ao entrar na sala de imprensa, ocupou o ambiente com o vozeirão ainda forte, afinado!! Com um sorriso largo e jeito maroto, cumprimentou meia dúzia de jornalistas que aguardavam pela entrevista "exclusiva".

Cada uma das quatro emissoras presentes teria 8 minutos para perguntas e respostas. A entrevista poderia ser feita em um "bom portunhol", como bem definiu a assessora brasileira.

O salão do hotel que serviu de "stage" ficou mega-hipe iluminado.

Luzes, muitas luzes. Que quase nos derretiam. Exigência dos produtores de Julio Iglesias. Assim como as câmeras que ficariam obrigatoriamente a dez metros de distância do nosso entrevistado. E o enquadramento definido e "supervisionado" pela produção do artista, que não arredou o pé um só segundo do view -finder, a fim de assegurar que o plano da imagem só mostraria Julio Iglesias da cintura pra cima, com seu perfil direito.

Vaidade do cantor? Mostrar seu melhor ângulo. Esconder rugas e marcas deixadas pelo tempo? Com certeza!!! Comprometeu o resultado final do nosso trabalho. Mas era preciso respeitar as vontades da estrela. Tais exigências que beiravam o exagero foram compensadas pela simpatia do velho Julio. Muito educado, galanteador ao máximo, assanhadinho até. Cheio de perguntas sobre nossas vidas amorosas (éramos 4 mulheres repórteres a entrevistá-lo, cada uma com seus 8 minutos de exclusividade). E tivemos direitos a gracinhas, elogios, beijinhos, carinhos nas mãos.

Uma colega mais nova teve direito até mesmo a um selinho na boca, ahahaha! Assim que terminou a entrevista. Encantado com a moça, que se chama Manuela, nome de um dos grandes sucessos do cantor, ele avançou o sinal e deixou a pobre em uma baita saia justa!!!

Terminada a sessão de entrevistas, fomos todas pessoalmente convidadas por ele a participar do show, levar a família e etc. Em uma das poucas vezes que isso acontece, não pensei duas vezes antes de aceitar já pensando em como minha mãe ficaria feliz em assistir a um show do ídolo que cresci ouvindo.

Dito e feito, no dia seguinte lá estava eu, minha mãe, cunhada e mãe dela curtindo as baladas românticas do velho Julio!!

Nunca comprei um disco, mas foi interessante perceber como cada canção me era familiar. Conhecia cada uma delas e era capaz de acompanhar pelo menos os refrões.

No palco, ele esbanjou charme para fãs afoitas e ao lado das backing vocals, deu uma mostra do modelo "conquistador barato", mordendo e beijando as bochechas de uma das cantoras. O show durou quase duas horas!!

Fãs saíram do ginásio extasiados. Foi o último show da turnê no Brasil. Velho Julio não fala sobre o futuro. A voz continua linda, mas as pernas já não o acompanham tão bem pelo palco.

Pouco importa. O público, na maioria homens e mulheres na faixa dos sessenta anos, comemorou as quase duas horas de nostalgia. E foi comovente ver um casal com mais de 70 anos dançando uns passinhos logo à nossa frente.

Com certeza, a nostalgia também habita o coração do ídolo, saudoso dos velhos e bons tempos!!!

 

15:59 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (5) |  Facebook |

05/11/2008

PEQUENAS ALEGRIAS DA SEMANA...

Receber em casa um livro* (delicioso) sobre como um gato mudou a vida de uma cidade americana e dois cds** de uma banda que você juraria nunca ouvir, no mais intenso estilo eletrônico, retrô, punk (o que nunca foi meu estilo, pois sou mais rock’n roll).

É...nestes dias que ando meio “jururu” fiz comigo mesma o compromisso de me mimar um pouco, me dar alguns presentes.

Me bajular e dizer: você merece o melhor, minha querida Mônica!!

Pra começar a lista, fui direto a duas coisas que adoro fazer: ler e ouvir música.

Como ando meio desanimada de bater pernas em shopping (é grave, pois sempre gostei muito de perder tempo no “leche-vitrine") ...

Mas enfim, a ocasião não tem sido das melhores para sair de casa e ver gente feliz enquanto eu e minha dor ainda batemos um longo e complexo papo diário.

Estou tentando convencê-la a ir embora, mas a danada veio de “mala e cuia’...então vamos ser hospitaleiras...

Mas enquanto isso, ainda nessa fase um pouco eremita, voltei a uma velha prática que adquiri em Liège quando fraturei a perna e ficava difícil sair de casa: COMPRAS PELA INTERNET!!

Já critiquei muito.

Aquele papo de se isolar, viver num mundo virtual, não sair de casa nem pras compras.

É...mas como o mundo é uma roda, a gente muda de idéia e em certas ocasiões é preciso dar o braço a torcer.

Em Liège fiquei meses sem andar depois que cai, literalmente, do cavalo.

Nessas últimas semana também cai do cavalo, mas num sentido mais figurado...ah...deixa pra lá...

O importante é que as compras foram um ótimo negócio.

O site da Fnac era meu parceiro inseparável. E como, infelizmente, ela ainda não abriu uma filial em Goiânia, teve de ser pela net mesmo.

Pra minha alegria, os cds e o livro vieram sem nenhum frete ou taxa de entrega e todos estavam na promoção. Enquanto na Saraiva (tanto loja física como site) os cd estavam a r$ 19,90, na Fnac saíram por R$ 15,00 cada!! Oba!!

E o livro que custaria R$ 24,90, saiu por r$ 19,90. Pode parecer pouco , mas faz a diferença.

Agora o melhor é quando passam-se os dias, vc esquece da compra e tchan, tchan...Quando vc menos espera, toca o interfone e está lá o pacote para vc se deliciar!!

Huuummm...devo ser boba, mas adoro isso!!

Primeiro cria-se aquela expectativa da chegada do presente, mesmo que vc já saiba o que é.

Depois vem o pacote, que pode chegar em 4, 5 ou 7 dias!!

Ahahaha!!Coisa de criança, alguns vão pensar!!!

Mas é isso ai.

Pequenas alegrias da semana para esquentar o coração, deixar os dias mais leves...coisas simples mas gostosas de fazer.

Minha lista segue.

Entre os próximos “presentes” estão um curso de fotografia e uma viagem (Buenos Aires encabeça 'as mais pedidas')!!!

E sobretudo, SONHAR, fazer planos, muuuuitos planos, pois é delicioso, mesmo que a gente jamais realize alguns.

NUNCA mais vou deixar que me digam que isso é bobagem. NUNCA!

 

 

 

*Dewey – um gato entre livros/ **Vive la fête – dupla belga

17:32 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (7) |  Facebook |

30/10/2008

COMO SAIR DO SÉRIO EM ALGUMAS LIÇÕES!

Quer estragar o seu dia?

Pois vá ao banco!

Não importa o que vá fazer...você SEMPRE passará raiva...

Eu então, pareço ser o alvo número um da Lei de Murphy : se algo puder dar errado, vai dar...

Hoje, por exemplo : estou desde o início do mês de setembro tentando sacar meu FGTS ...

O primeiro “porém” foi um erro cometido pela empresa que colocou a data da rescisão com um mês de atraso e o valor ficou retido no banco.

Idas e vindas atrás de documentos, assinaturas, etc...e quando finalmente liberaram a chamada “chave”para a retirado do valor a CAIXA entrou em greve....AAARRGGHH...

Quase um mês depois, acaba a greve.

Meu dinheirinho ficou lá, guardado, tudo bem.

Retorno ao banco!

Pensar nisso me dá calafrios!!

Então eu preparo o espírito, tomo um café forte, arregaço as mangas e me mando pra agência da CAIXA mais próxima.

Na idade média existiam os porões de tortura. Hoje existem os bancos. E a tortura começa para achar um local onde estacionar o carro.

Dou três voltas no quarteirão e nenhuma de vaga, nem aquelas com os chatos dos flanelinhas  cobrando o olho da cara para “vigiar” o carro...

Paro kms de distância e ando debaixo de um sol capaz de derreter meu cérebro.

E a segunda parte da tortura está só começando: Hora de passar pela maldita porta giratória. Já havia deixado TODAS as minhas moedas no porta luvas. Para evitar embaraços. Depositei celular e chaves no ‘container’. Avancei pela porta e, é claro, ela travou comigo...

Lá vem o Sr.Pança Segurança... "A sra. tem metal na bolsa?”

“Não senhor, tirando minha espingarda carregada, nada não, moço”...

Ele ri. É! Ele consegue rir...eu já estou começando a sentir que a tarde não seria fácil.

Ele vasculha a bolsa, não vê nada além de papéis, batom, pente, lixa de unhas...lista de supermercado...

Me libera!

Mas a maldita porta não quer que eu entre...Diante da minha "cara de poucos amigos" ele destrava a porta...

A fila dos caixas estava dando a volta no saguão do banco três vezes.

Suspirei bem fundo e encarei a terceira parte da tortura...eram 12h03...o senhor atrás de mim tinha um bafo de urubu...a moça da frente, escutava um radinho de pilha sintonizado no best sellers do sertanejo...ai meu pai, daí-me coragem!!

12h48 eu finalmente fui atendida, depois de me certificar duas vezes com aquela funcionária que usa o uniforme “posso te ajudar” de que só bastava o cartão da Caixa e o número da chave para sacar.

Mas na-na-ni-na-não!!Precisava até da certidão de nascimento do meu bisavô para provar que eu era eu e que o dinheiro era meu.

Reclamei indignada para o caixa que isso era um absurdo, que deviam treinar melhor os funcionários, que pedi informações antes de passar 40 minutos na fila, que aquilo era injusto, etc, etc....

Quase chorei de raiva. Ele se condoeu e falou que eu buscasse os documentos e não precisaria enfrentar fila.

Sai batendo os pés de raiva. Fui em casa, peguei os documentos EXATAMENTE como ele me disse.

Voltei pro banco, mais cinco voltas no quarteirão...uma fritada básica no cérebro e me dirigi ao caixa. Ele me passou para o colega ao lado. E quando penso que a tortura ia chegar ao fim...

“Senhora, ainda falta a cópia de 3 páginas da sua carteira de trabalho para anexar ao extrato!”

O quê??? Porque não disse antes, cara pálida?????

Faltei enfartar. Já eram 14h15...Expliquei toda a minha via crucis. Ele não quis nem saber.

Só sacava com as tais cópias em mãos.

Sai soltando marimbondos pelas narinas. Peguei o carro, fui numa loja de fotocópias, enfrentei mais filas, fiz as benditas cópias...Voltei à câmara de tortura (ou seria ao banco??)

Na hora de entrar, pasmem...a porta giratória me bloqueou.

Já era a terceira vez que passava por ela em menos de 3 horas, e a menos que alguns parafusos tenham se soltado da minha cabeça e fossem parar na bolsa, não havia porque o detector de metais disparar o alarme.

O próprio segurança ficou sem graça e me liberou.

E enfim, já no caixa, consegui resgatar meu dinheirinho, às 15h23.

Agora, só uma sessão de descarrego, massagem e calmantes para me revigorar desta jornada... 

 

20:07 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (7) |  Facebook |

28/10/2008

DIFERENTES DIMENSÕES DA DOR...

 

Na semana passada um rapaz de 17 anos teve os sonhos, o futuro e a vida interrompidos depois de levar um tiro dentro da escola. Mais um caso para engrossar as estatísticas de violência no Brasil. O autor do disparo foi um colega de sala de aula da vítima. Um segurança de 23 anos que ia para a escola armado. Uma discussão banal foi o estopim. Um grande amigo de infância da vítima se desentendeu com o segurança e Kérsio, ao tentar colocar um fim na briga, foi o alvo de um tiro certeiro no peito...

Ponto final nos planos de ficar noivo da namorada com quem estava há dois anos...Ponto final nos planos de se formar...e quantos outros planos...

Ontem, amigos e parentes fizeram uma homenagem ao estudante...uma partida de futebol na quadra freqüentada pela vítima uma vez por semana.

A imprensa esteve por lá. Eu estive por lá...

São encontros nem sempre pacíficos estes entre repórteres e pessoas que perderam alguém querido. Quase sempre chegamos na hora da dor, da descoberta da perda, da incompreensão de uma brutalidade sem explicação. Nesses momentos faço questão de respeitar a vontade da família. Mantemos uma distância que permite relatar o fato invadindo o mínimo possível. É possível? Quase nunca...

Mas em outras ocasiões, é na imprensa que a família amplifica a voz, encontra um meio de gritar ao mundo sua dor, indignação e clamar justiça.

Ontem à noite, seu Manoel chegou perto para conversar.

Longe de câmeras e do microfone. Ele queria apenas me falar um pouco da sua dor...lembrar os bons momentos com o filho.

Entre soluços, contou como foi duro retirar a aliança de compromisso do dedo do filho, já morto no chão da escola. Chorar a perda de um amigo, mais que um filho. Detalhes que só um pai conhece...

Em momentos como este todas as nossas dores parecem ter suas dimensões reduzidas...

E pra fechar, aquele pai quis também agradecer nossa presença...

Me deu um nó na garganta. Uma vontade de sumir, desaparecer dali.

Como assim, nos agradecer? Estamos ali fazendo nosso trabalho. Cumprindo uma obrigação. Mas vejam que o coração de um pai não percebe estas coisas e ainda guarda espaço para a gratidão. Grato por ser ouvido em sua dor...por desabafar seu sofrimento...morri um pouco ali entre os parentes...não deveria ser assim. Somos profissionais e devemos estar imunes aos fatos.

Devemos?

Ainda não consigo...

 

14:31 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (1) |  Facebook |

22/10/2008

PARADA OBRIGATÓRIA

Repouso forçado...

Uma pequena cirurgia, às pressas.

O reparo de serviço mal feito de um dentista negligente e incompetente.

Chove. O céu cinza é acolhedor...

Tempinho frio, um filme no sofá...

Paparico na casa de “mamis”...

Dia passa lento...dor também...

Hora de dormir.

As perguntas na cabeça...

Será que a noite pode respondê-las?

00:47 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

21/10/2008

O INFERNO SÃO OS OUTROS?

Sábado foi dia de ir ao teatro!

Como é bom ter tempo novamente para programas assim, junto aos amigos...O nome do espetáculo me atraiu, antes de mais nada...e é sugestivo num momento como esse: “Não sou feliz, mas tenho marido”...faz no mínimo parar para pensar...

Zezé Polessa, impagável no palco, interpreta Viviana, uma escritora em noite de autógrafos  que durante uma coletiva fala à imprensa sobre os seus 27 anos de casamento...quase três décadas de dedicação absoluta ao marido e dois filhos e anulação dos projetos pessoais.

Mas segundo a própria autora, era isso o que ela queria – estar casada!

Fora criada para ser mãe e esposa, embora cada dia trouxesse junto muita frustração por abandonar  o sonho de ser também escritora...Lutou até o fim para manter-se como a dona-de-casa perfeita...até ser trocada por uma mulher mais jovem.

O casamento não resistira às frustrações que ela estampava no rosto. E foi quando a autora renasceu para a vida...

Penso que hoje uma mulher não esperaria 27 anos para desistir de um relacionamento falido. Essa obstinação tem muito mais a ver com o tempo de nossas mães e um período onde admitir uma separação seria admitir um fracasso pessoal sem precedentes...

Claro que ainda corremos o risco de sermos “Vivianas”se não abrirmos os olhos...

Casamentos podem e devem ser bons, sem que uma das partes se anule. Mas basta esquecer essa regrinha para o "caldo desandar". 

Admito que imaginei um monólogo onde a protagonista se esbaldaria em críticas e ataques ao sexo oposto (sim, existiram uma boooas alfinetadas de arrancar gargalhadas ) mas me surpreendi diante de uma narrativa que traz para nós a responsabilidade de sermos felizes.

É fácil ( e quase inevitável ) darmos ao “outro” o poder de nos fazer felizes  - ou miseráveis...ou pior, depositar sobre o outro esta carga e, simplesmente, culpá-lo pelas nossas mazelas. Seja no emprego, em família e, sobretudo, em nossas relações amorosas...

Aqui, discordo de Sartre quando dizia que “o inferno são os outros”.

Nós somos nossos próprios algozes. Sempre que nos aprisionamos em situações desconfortáveis. Passei meses em um emprego que não me trazia mais satisfações, prazeres...e o que fazia? Era mais fácil culpar colegas e chefes pela situação quase insustentável, no lugar de arregaçar as mangas e procurar coisa melhor...Me tornei refém em uma prisão que eu mesma criei...

O desfecho foi uma demissão. De início me senti injustiçada, até perceber que na verdade eu havia me libertado...respirava aliviada...

Poderia não ter sido assim, poderia estar lá até hoje, sofrendo, me intoxicando emocionalmente, presa sem necessidade a algo que não me satisfazia mais...

Tive a sorte de ser demitida...Aprendi que um fim está mais perto de ‘recomeços’ do que podemos imaginar.

Serviu de lição e a partir de então entendi que ninguém,  além de nós mesmos, pode ser o senhor do próprio destino.

 

Mas falar é fácil...

14:33 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (3) |  Facebook |

19/10/2008

REPAGINAR A VIDA...

 

Me sinto assim...como se precisasse repaginar a minha vida...

Quem dera fosse tão fácil como repaginar este blog...escolher um novo lay out, usar a barra de ferramentas, dar um “control alt del” nos textos que não me agradam, e apelar para o photoshop para dar mais cor àquela foto...

Não...repaginar a vida exige um desprendimento maior...começamos por mudanças de hábito... impostas pela nova condição.

Não dá mais para frequentar o restaurante preferido aos sábados...evitamos a boa e velha livraria aos domingos...o número de telefone discado durante a semana não é mais o mesmo...até nossos caminhos mudam...nada é como antes...

É a sensação de estar “passando o anti-vírus”, compactando os velhos arquivos...alguns vão parar na lixeira. É preciso...

 

Depois partimos para pequenas mudanças interiores, pessoais...as mais difíceis...somos forçados a abandonar sonhos, desejos, esquecer planos ( que nem saíram do papel)...as escolhas não fazem mais tanto sentido...

E ai é como se surgisse diante dos olhos uma grande folha em branco...limpa...aguardando o momento em que a gente volte a reunir forças para desenhar novos horizontes...

Me faz lembrar o diálogo de um filme do Win Wenders que introduz uma música fantástica do U2 *...diz  mais ou menos assim:

 

“Uau! Depois que eu me esfacelei me ocorreu que a vida é perfeita. A vida é o melhor, cheia de magia, beleza, oportunidades e...surpresas...muitas surpresas, sim! E ai vem o melhor de tudo, ela é real!”

 

Faz bem acreditar nisso...

_______________________________________________________

*(Trilha sonora do filme "The million Dollar Hotel".)

18:06 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (1) |  Facebook |

13/10/2008

PEQUENAS ALEGRIAS DA SEMANA...

 

DIZEM QUE "AFOBADO COME CRU", NÃO É MESMO...NEM SEMPRE!

COMPREI UMA ESCRIVANINHA SEMANA PASSADA, AFIM DE ORGANIZAR O QUE FUTURAMENTE VOU TENTAR CHAMAR DE ESCRITÓRIO AQUI EM CASA. ESTAVA PASSANDO DA HORA DE TER UM LUGAR DECENTE PARA ORGANIZAR LIVROS, COMPUTADOR E ME DEDICAR MAIS ÀS LEITURAS, ESCRITA, TRABALHO...

AFOBADA QUE SOU, QUASE SURTEI QUANDO A VENDEDORA ME FALOU QUE A LISTA DE ESPERA PARA A LOJA ENTREGAR E MONTAR O MÓVEL ESTAVA COM "APENAS" 18 PESSOAS À MINHA FRENTE...AFFF...JÁ IA CANCELANDO A COMPRA QUANDO ELA SUGERIU  QUE EU LEVASSE O MÓVEL DESMONTADO E CONSEGUISSE ALGUÉM PARA MONTÁ-LO PRA MIM...

A PROPOSTA ME SOOU BEM, E DE QUEBRA EU GANHARIA UM DESCONTO DE QUASE R$ 100,00 NO VALOR DO PRODUTO. NEM PENSEI DUAS VEZES. FECHEI NEGÓCIO, PASSEI NO ESTOQUE, ENFIEI TUDO NO CARRO E FUI PARA CASA. DEPOIS DE UMA TRABALHEIRA DANADA PARA COLOCAR TUDO NO APARTAMENTO (COM A AJUDA DE SÃO JOÃO E SÃO JOSÉ..OPS..."SEU" JOÃO E "SEU"JOSÉ, PORTEIRO E ZELADOR DO PRÉDIO) COMECEI UMA INFRUTÍFERA BUSCA POR MARCENEIRO OU MONTADOR DE MÓVEIS...ACHO QUE DEVO TER LIGADO PARA PELO MENOS UNS OITO...E PRO MEU ESPANTO NINGUÉM TINHA TEMPO NA AGENDA PELOS PRÓXIMOS 15 DIAS (DESSE JEITO ESTAVA QUASE MELHOR ENTRAR NA FILA DE ESPERA DA LOJA...)...

GENTE, ESSE RAMO DEVE RENDER A MAIOR GRANA PORQUE NINGUÉM TOPA O SERVIÇO...COISA MAIS BIZARRA!

NO DIA SEGUINTE, DECIDI ABRIR A CAIXA DA CADEIRA E DAR UMA 'ESPIADINHA' NO MANUAL DE INSTRUÇÕES. DE CARA O AVISO: "PESSOAS NECESSÁRIAS PARA MONTAR ESTA PEÇA = DUAS!!! XI... NÃO IA NEM ADIANTAR TENTAR SOZINHA...

NO DIA SEGUINTE, PASSAVA E OLHAVA AQUELA COISA LARGADA NO MEIO DO ESCRITÓRIO. A IMPACIÊNCIA FOI TOMANDO CONTA. NADA DE ENCONTRAR UM MONTADOR. E A CAIXA ALI NO MEIO DO CAMINHO. ENOOORME. INCÔMODA.

BOM, JÁ HAVIA ABERTO A CADEIRA, PENSEI: VOU VER SE SEPARO AS PEÇAS, ASSIM QUANDO ACHAR UM MONTADOR, FICA MAIS RÁPIDO PARA ELE...DEPOIS PENSEÏ:  HUUMMM VAMOS VER COMO É QUE É ENCAIXAR ISSO NAQUILO...E FUI TRADUZINDO O MANUAL...QUANDO VI: CADEIRA MONTADA!!!

OBA! Clin d'oeil

NO TERCEIRO DIA, BEM CEDO, JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS OLHAR O TROMBOLHO NO MEIO DA CASA...E NADA DE ENCONTRAR UM FILHO DE DEUS PARA A MONTAGEM. PARTI PARA O ATAQUE DAS GAVETAS, QUE PARECIAM BEM SIMPLES! E FOI MESMO!

EMPOLGADA DA VIDA, NEM HESITEI EM COMEÇAR A DESEMBALAR A BENDITA BASE DA ESCRIVANINHA. E LÁ VEIO O AVISO: PESSOAS NECESSÁRIAS PARA A MONTAGEM DESTA PEÇA: TRÊS!

AI, MEU SANTO!

MAS QUER SABER...JUNTEI DOIS TAMBORETES, A MESINHA DE CENTRO DA SALA, APOIEI DAQUI E DALI E PASSEI O DIA TENTANDO DESVENDAR O BENDITO MANUAL DE INSTRUÇOES...QUE ALIÁS MAIS PARECE UMA PIADA SEM GRAÇA...O PARAFUSO 'F' NÃO ENCAIXA NO MOLDE 'C'. A CHAVE 'B' PARECE TRÊS VEZES MAIOR QUE O BURACO FEITO PARA O ENCAIXE E VOCÊ QUE SE VIRE PARA O TROÇO DAR CERTO...

CINCO HORAS DEPOIS, ESTAVA COM BRAÇOS ROXOS, UMA UNHA QUEBRADA, O JOELHO ARRANHADO E OS PÉS E A BASE DA MESA PRONTOS NO MEIO DA MINHA SALA...LÁ HAVIA MAIS ESPAÇO PARA A MONTAGEM...SÓ QUE, RAIOS, TINHA QUE LEVAR A ESCRIVANINHA PARA O ESCRITÓRIO E QUEM DISSE QUE ELA PASSAVA PELO ESPAÇO DO CORREDOR???

LÁ VOU EU, CUSPINDO MARIMBONDOS, DESMONTAR UMA DAS LATERAIS PARA PERMITIR QUE A "COISA" PASSASSE PELO PORTAL...ARRASTA DAQUI, ARRASTA DALI...ARGH...ENTROU...O MÓVEL PARECIA PESAR UMA TONELADA. E AINDA RESTAVA O TAMPO DA MESA, ABSURDAMENTE "LOURD"...SÓ COM A AJUDINHA DE SÃO JOSÉ MESMO! OPS, "SEU" JOSÉ. UM SANTO!

MINUTOS DEPOIS E VOCÊS NÃO PODEM IMAGINAR MINHA ALEGRIA, ORGULHO AO OLHAR TUDO PRONTO!!

E FIZ PRATICAMENTE TUDO SOZINHA (TIRANDO ALGUMAS INTERFERÊNCIAS DOS "SANTOS").

INEXPLICAVEL SENSAÇÃO DE VITÓRIA! INDEPENDÊNCIA!! AHAHAH

E DEPOIS DIZEM QUE AFOBADO COME CRU, HEIN?!!!

00:32 Écrit par Observatoire a dans Général | Lien permanent | Commentaires (1) |  Facebook |